Mais pragmático, São Paulo abandona jogo bonito e mira resultado contra o Vasco

Sob o comando de um "novo" Fernando Diniz, que decidiu dispensar o jogo vistoso para conseguir os resultados, o São Paulo disputará seu primeiro compromisso fora de casa no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16 horas, encara o Vasco em São Januário, no Rio, pela terceira rodada.

Na estreia no Brasileirão, na última quinta-feira, o São Paulo foi burocrático. Fez o suficiente para vencer, com dificuldade, o Fortaleza por 1 a 0 em casa, no duelo que marcou o retorno do ídolo Rogério Ceni ao Morumbi.

A julgar pelo que se viu, Diniz mudou sua estratégia e agora passou a dar mais enfoque para a busca pelo resultado em detrimento do espetáculo, que sempre prezou. Essa mudança de postura se deu depois da queda precoce para o Mirassol, nas quartas de final Campeonato Paulista.

"O estilo que eu gosto de jogar é mais para frente, ativo. Só que a gente ficou um grande tempo parado, foi o terceiro jogo juntos. O mais importante era vencer pelo momento que estamos vivendo", explicou Diniz.

Como a equipe vinha levando muitos gols - foram seis em duas partidas dentro de casa - o técnico resolveu tirar Alexandre Pato e promover a entrada de Liziero entre os titulares, adiantando, assim, Daniel Alves. A estratégia deu certo, já que o time não levou gols e venceu. Porém, o desempenho em campo foi ruim e a ideia de um futebol agradável deu lugar ao pragmatismo.

A tendência, portanto, é de que Lizeiro continue entre os titulares no lugar de Pato. Fica a dúvida para a escalação de Vitor Bueno, desfalque contra o Fortaleza por conta de um desconforto no adutor esquerdo. Ele foi barrado no aquecimento, minutos antes da partida. Depois de exames, foi constatado um edema, e não lesão, o que o deixa como possibilidade para estar em campo. Se o meia continuar fora, o jovem Paulinho Boia deve seguir na equipe.

Ausente do primeiro confronto em razão de uma lombalgia, Hernanes também é dúvida. O meio-campista participou de apenas uma parte do treino na sexta. Ele vem sendo pouco aproveitado neste ano. Tréllez está recuperado e deve voltar a integrar a lista de relacionados. Anderson Martins rescindiu seu contrato na última quinta-feira e não joga mais pelo clube do Morumbi.