Mais Esportes Shark attack é a arma da melhor dupla de futevôlei do Brasil

Shark attack é a arma da melhor dupla de futevôlei do Brasil

Fabrício e Sandrey passarão a competir fora do país, no esporte que deixou de ser apenas hobby e vem ganhando adeptos

  • Mais Esportes | Brendo Silva*, do R7

Shark attack exige perícia

Shark attack exige perícia

Divulgação

Tão perigoso quanto o próprio nome sugere, o shark attack é a principal jogada de um esporte que vem deixando de ser apenas um hobby e tomando os caminhos profissionais. Fabrício e Sandrey, eleitos a melhor dupla de 2021, fazem do ataque de tubarão a sua principal arma para as disputas de futevôlei.

No shark attack, o jogador salta junto à rede e ataca a bola com a sola do pé. O movimento, similar à cortada do vôlei, exige impulsão, força e perícia para que o atleta não se machuque na hora de cair na areia.

Fabrício, que também é conhecido como Brisa, e Sandrey são de Alagoas e fazem sucesso no circuito nacional. Ao R7, eles explicaram como funciona a preparação para as competições e falaram sobre o crescente número de praticantes no esporte.

Sandrey chegou a jogar nas categorias de base do Bahia antes de se tornar profissional de futevôlei.

"Eu cheguei a jogar futebol, mas conheci o futevôlei ao mesmo tempo, aí fui logo pro futevôlei. Não esperei nem dar errado no futebol", comentou o atleta.

“Com a quantidade de competições, a gente passou a trabalhar bem mais a parte física, ainda mais por conta do nosso estilo de jogo ser bastante agressivo”, completou Fabrício.

O empresário e principal incentivador da dupla, Saulo Poncio, falou sobre a diferença de jogo dos atletas e como isso tem sido fundamental no desenvolvimento do futevôlei profissional:

“O jogo dos meninos tem shark do começo ao fim. É o tempo todo. Isso impõe um nível de dificuldade muito maior para o adversário, o que o leva a ter que se preparar bem também para as competições, fazendo com que o nível dos campeonatos cresça”, disse.

Fabrício, Saulo e Sandrey comemoram títulos conquistados ao longo da temporada

Fabrício, Saulo e Sandrey comemoram títulos conquistados ao longo da temporada

Reprodução/Instagram/@brisaftv

“É um ataque que requer muita força física. A gente vem se preparando, porque essa é nossa prioridade, realizar [o ataque] do começo ao fim”, comentou Sandrey.

A dupla também está se preparando para futuras competições internacionais, previstas para o próximo ano. Além disso, os atletas devem se mudar para o Rio de Janeiro, buscando ficar mais próximo dos campeonatos nacionas, que ocorrem no estado, em sua maioria.

O sucesso de Fabrício e Sandrey no esporte fez com que o empresário se organizasse para a criação de um novo campeonato no Rio de Janeiro.

“A ideia é criar uma etapa com os meninos e outros talentos do futevôlei. Trazer mais visibilidade para o esporte além do que se vê nas redes sociais, chamar a atenção de parceiros e patrocinadores que possam ajudar a fortalecer esse movimento”, disse.

Além de mais campeonatos, a modalidade pede a criação de outras arenas de futevôlei, com mais quadras espalhadas e investimentos em melhores profissionais.

*Estagiário do R7, sob a coordenação de André Avelar

Top 5 do mundo, brasileiro se prepara para Mundial de Motosurf

Últimas