Mais Esportes Seleção uruguaia volta para casa e já pensa nas Eliminatórias para a Copa

Seleção uruguaia volta para casa e já pensa nas Eliminatórias para a Copa

Montevidéu, 25 jun (EFE).- A seleção uruguaia desembarcou nesta quinta-feira no aeroporto de Carrasco, em Montevidéu, onde recebeu carinho de torcedores no dia seguinte a derrota para o Chile por 1 a 0, pelas quartas de final da Copa América. Atletas e integrantes da comissão técnica eram aguardados por centenas de uruguaios, que aplaudiram os compatriotas que chegavam, mas que também mostraram indignação com a arbitragem comandada pelo brasileiro Sandro Meira Ricci, que expulsou Edinson Cavani e Jorge Fucile. O discurso dos jogadores que conversaram com jornalistas foi, basicamente, de deixar a campanha da Copa América para trás, e focar agora na luta por uma vaga na próxima edição da Copa do Mundo. "Essa é uma pausa no nosso caminho, pois há muita coisa em jogo e em poucos meses estaremos juntos de novo para começar as Eliminatórias, que é realmente importante e algo com que todos sonhamos", afirmou o zagueiro Diego Godín. O defensor do Atlético de Madrid aproveitou para exaltar os companheiros e disparar contra Sandro Meira Ricci, para explicar o resultado desta quarta-feira. "É preciso seguir adiante, com a cabeça erguida. O árbitro interferiu diretamente no decorrer do jogo. Certamente ele nos prejudicou com as expulsões", garantiu Godín. EFE rfg/bg (foto) (vídeo)