Mais Esportes Osaka é multada em R$ 78 mil e pode ser expulsa de Roland Garros

Osaka é multada em R$ 78 mil e pode ser expulsa de Roland Garros

Recusa em falar com a imprensa irrita organizadores, que vão se utilizar do regulamento para pressionar a tenista japonesa

Lance
Naomi Osaka irrita Roland Garros, é multada em R$ 78 mil e pode ser expulsa do torneio

Naomi Osaka irrita Roland Garros, é multada em R$ 78 mil e pode ser expulsa do torneio

Lance

A japonesa Naomi Osaka, vice-líder da WTA, cumpriu a palavra de não comparecer a entrevista coletiva após vitória na estreia de Roland Garros, e acabou multada pela organização em US$ 15 mil, cerca de R$ 78.400.

A tenista foi autuada por desrespeito ao "código de conduta" dos jogadores que regem Roland Garros.

A organização do torneio emitiu um comunicado sobre a punição a atleta. "Um elemento central dos regulamentos do Grand Slam é a responsabilidade dos jogadores de se engajarem com a mídia, qualquer que seja o resultado de sua partida, uma responsabilidade que os jogadores assumem em benefício do esporte, dos fãs e de si próprios. Essas interações permitem que os jogadores e a mídia compartilhem suas perspectivas e que os jogadores contem suas histórias", aponta a organização.

"Avisamos Naomi Osaka que se ela continuar a ignorar suas obrigações com a mídia durante o torneio, ela estará se expondo a possíveis consequências de violação do Código de Conduta. Como seria de se esperar, as violações repetidas atraem sanções mais duras, incluindo inadimplência do torneio (Código de Conduta, artigo III T.) e o desencadeamento de uma investigação de ofensa importante que pode levar a multas mais substanciais e futuras suspensões do Grand Slam (Código de Conduta, artigo IV A.3.)", continua o comunicado.

A organização de Roland Garros pontuou que prioriza a saúde dos atletas e que as regras são para "garantir que todos os jogadores sejam tratados exatamente da mesma forma, independentemente de seu status, crenças ou realizações. Como esporte, não há nada mais importante do que garantir que nenhum jogador tenha uma vantagem injusta sobre outro, o que infelizmente é o caso nesta situação se um jogador se recusar a dedicar tempo para participar de compromissos com a mídia enquanto os outros honram seus compromissos", pontua a organização.

Helinho vence e entra para lista dos maiores recordistas das 500 Milhas

Últimas