Esportes Lutador morre após ser nocauteado e passar mal em luta de boxe clandestina no PI

Lutador morre após ser nocauteado e passar mal em luta de boxe clandestina no PI

Um evento de boxe não autorizado terminou em tragédia em Teresina na noite de sábado. Jonas de Andrade Carvalho, conhecido como "Guerreiro da luz", morreu após ser nocauteado e passar mal no evento "Desafio Combate - o retorno", organizado por uma academia da capital do Piauí.

De acordo com a Federação Piauiense de Boxe (FPB), o evento ocorreu de forma clandestina e não foi permitido pela organização. Por conta de medidas de restrição contra a covid-19 no Estado, eventos de aglomeração estão proibidos de ocorrer no Piauí - apenas atividades essenciais poderiam funcionar neste sábado e domingo.

A luta foi transmitida nas redes sociais pelo público presente no evento. Nos vídeos, é possível ver Jonas sendo atingido diversas vezes na cabeça e caindo no chão. O árbitro abre contagem, mas o boxeador diz que está bem e volta a lutar. Acertado novamente, é nocauteado e cai.

Passando mal, Jonas vai para o canto do ringue, onde é atendido por profissionais da saúde presentes no local. Ele desmaia e é carregado para fora. Ele foi para o hospital, mas faleceu devido a uma lesão no crânio.

Os organizadores do evento ainda não se manifestaram oficialmente, mas em contato com o canal de TV Rede Clube, negaram que o evento fosse clandestino, alegando que as lutas foram previamente concordadas pelos atletas e que havia apoio de saúde no local. A FPB informou que estuda medidas de punição à academia realizadora do evento.

Últimas