Lance Zé Ricardo justifica atuação do Vasco e valoriza vitória sobre a Portuguesa: 'Cada jogo tem uma estratégia'

Zé Ricardo justifica atuação do Vasco e valoriza vitória sobre a Portuguesa: 'Cada jogo tem uma estratégia'

Treinador afirmou que já previa dificuldades contra a Lusinha, mas fez questão de exaltar o comprometimento dos jogadores para cumprir o planejamento para a partida

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A vitória do Vasco sobre a Portuguesa, neste sábado, foi construída com dificuldade. Placar magro, 20 minutos de pressão sofrida no fim... mas o resultado se confirmou e, por consequência, a liderança do Campeonato Carioca também. E se a atuação do Cruz-Maltino não foi vistosa, ela satisfez o treinador Zé Ricardo, que só fez alterações nos minutos finais.

- Muitas das vezes a gente entende que tem cinco substituições e não necessariamente precisamos fazê-las. Eu vi uma equipe que estava dentro daquilo que a gente havia pedido. No segundo tempo, principalmente, tentando, com muita paciência, buscar o resultado. Após isso, conseguimos e começou a haver trocas com a proximidade do fim do jogo. Mas, dentro daquilo que a gente via que a Portuguesa estava fazendo, as trocas na nossa frente - frisou, antes de ser mais específico:



- Se eles entrassem com Júnior Pirambu junto com o Bruno (um substituiu o outro), poderia criar uma situação um pouco diferente daquilo que iríamos colocar. De toda forma, achei a equipe bem postada em campo. A pressão é normal do adversário dentro dessa condição. O fato é que a gente precisa valorizar esses três pontos. Pela primeira vez na temporada que o time não sofre gols. Isso é um ponto a ser valorizado - pregou.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

De fato, a Lusinha é a quinta colocada. A melhor dentre as equipes pequenas do Estadual. E Zé Ricardo esperava uma partida difícil.

- Cada jogo tem uma estratégia, e nós estudamos muito a equipe da Portuguesa. Eles negam muitos espaços por dentro e por fora também, e a gente tinha que ter paciência para trabalhar a bola. Traçamos uma estratégia que eles (jogadores), no segundo tempo, tentaram cumprir bastante dentro do que a gente entendia que era necessário para chegar ao gol. Chegamos através de um pênalti, mas oriundo de uma movimentação que a gente já estava pedindo e treinamos para esse jogo. De qualquer forma, valorizar os três pontos. Descansar bastante e nos prepararmos para o primeiro clássico do ano - concluiu, já de olho no Botafogo.

O duelo contra a equipe de General Severiano é neste domingo. E será disputada no Castelão, em São Luís (MA).

Últimas