Lance Yuri Lara, do Vasco, testa positivo para Covid-19; Diretor Médico explica recuperação de Jhon Sánchez

Yuri Lara, do Vasco, testa positivo para Covid-19; Diretor Médico explica recuperação de Jhon Sánchez

Em meio ao avanço dos casos de Covid-19 no Rio de Janeiro, volante, que é um dos dez reforços do clube, está assintomático e foi afastado das atividades no CT Moacyr Barbosa

Lance
Lance

Lance

Lance

Em meio ao avanço dos casos de Covid-19 no Rio de Janeiro, o volante Yuri Lara, um dos dez novos reforços do Vasco, testou positivo para a Covid-19. O clube carioca informou que o jogador está assintomático e foi afastado de forma imediata das atividades no CT Moacyr Barbosa, na Cidade de Deus. Ele será reintegrado ao grupo na próxima segunda-feira, iniciando o protocolo de volta às atividades.


+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca 2022

Além disso, o Diretor Médico Gustavo Caldeira explicou como tem sido a recuperação do equatoriano Jhon Sánchez. Segundo o profissional, o atacante já estaria à disposição do técnico Zé Ricardo, porém ainda apresenta sintomas gripais.

Confira a nota do Vasco da Gama na íntegra

Seguindo o protocolo elaborado pelo Departamento de Saúde e Performance no início da temporada, os jogadores do elenco profissional do Vasco da Gama foram submetidos nesta semana a uma nova rodada de testes da Covid-19.

Os resultados finais dos mesmos foram conhecidos na tarde desta quinta-feira (13/01) e apenas um atleta teve diagnóstico positivo, o volante Yuri. O jogador foi afastado de forma imediata das atividades no CT Moacyr Barbosa, na Cidade de Deus.

Por estar assintomático, Yuri será reintegrado ao grupo na próxima segunda-feira (17), iniciando o protocolo de volta às atividades, que prevê avaliações cardiológicas e treinamentos indoor nos primeiros dias pós-retorno da Covid-19.

– Para minimizarmos o contágio interno, distribuímos borrifadores com álcool 70%, aumentamos a cobrança do uso de máscaras em ambientes indoor e redistribuímos a cartilha para controle da Covid 19. Além das medidas comportamentais, colocamos em prática testagens periódicas e busca ativa de contactantes sintomáticos. Passamos a utilizar também os protocolos validados pelo CDC (Centre of Disease Control) para afastamento e retorno pós-infecção. Vale lembrar que todo atleta no retorno pós-infecção por COVID-19 faz exames cardiológicos, para rastreio de alterações miocárdicas agudas e sequelas – afirmou o diretor médico Gustavo Caldeira, explicando na sequência como anda a recuperação do equatoriano Jhon Sánchez.

– Pelo fato já ter cumprido os sete dias de isolamento, o Jhon Sánchez já estaria apto a retornar, porém ainda apresenta sintomas gripais. Diante disso, seu retorno aos trabalhos com o grupo está condicionado a ausência de sintomas por 24 horas – finalizou.

Últimas