Yayá Touré, Leven Siano e o Vasco: a eleição nem começou e já guia o clube

Meio-campista marfinense é o grande trunfo do candidato menos frequente na política cruz-maltina. Disputa já tem outros candidatos confirmados e outros mais em vias de

Lance

Lance

Lance

O anúncio do acerto com Yaya Touré, com declaração do marfinense e tudo, faz do jogador de 37 anos o grande trunfo de Luiz Roberto Leven Siano para a eleição presidencial do Vasco, prevista para o fim deste 2020. Pois é, prevista. O pleito ainda nem está marcado e, como de costume, as emoções já tomam conta do noticiário cruz-maltino.

Aliás, nem a eleição direta está confirmada ainda. Embora já aprovada no Conselho Deliberativo do clube, esta mudança no estatuto precisa ser referendada (o que não deve ser problema) na Assembleia Geral a ser convocada. Em meio à pandemia de COVID-19 e a consequente demanda de isolamento social, ainda não há previsão. Fora a polêmica lista de sócios...

Até o momento, já se declararam candidatos Leven Siano, Fred Lopes e Luis Manuel Rebelo Fernandes. Julio Brant deve confirmar em breve sua terceira candidatura. Atual presidente, Alexandre Campello ainda não confirmou se buscará a reeleição. Outros grupos também se movimentam. É natural que, a partir de agora, o noticiário eleitoral ganhe força.

- Acho que já fiz um bem grande para a politica do Vasco, modéstia à parte. Estou tentando fazer as pessoas desconstruírem a imagem para debaterem projeto. Vai ser discussão de projeto. Até o momento, não vi projeto de concorrente. É até inusitado. Todos os agentes políticos que se apresentam como concorrentes estão na política há muito tempo. Acho muito estranho que não tenham apresentado projeto. Eu, que não sou (da política), apresentei - alfinetou, em contato com o LANCE!. E concluiu:

- Espero que o vascaíno faça a escolha do pelo melhor para o Vasco. O nosso projeto está chamando a atenção do mundo - entende.

Seja exagero ou não, a imagem e o currículo de Yaya Touré são um chamariz. Pouco conhecido na política vascaína até pouco tempo, Leven Siano tocou o sino: a disputa começou para valer.

- Eu me vejo como candidato que procurou fazer o dever de casa. Principalmente buscando a solução financeira, estou de consciência limpa de que estou fazendo o melhor que eu posso - completou.