Weverton fala sobre saída de bola com goleiro: 'Faremos gols assim'

Camisa 1 do Palmeiras ganhou homenagem por ter ultrapassado a marca de 10 partidas pelo clube e falou sobre o trabalho de aprimoramento de seu estilo de jogo com os pés

Lance

Lance

Lance

Weverton recebeu homenagem por ter superado a marca de 100 partidas pelo Palmeiras, e projeta ajudar o time com mais do que defesas. O goleiro tem aprimorado o trabalho com os pés para ajudar na saída de bola, em trabalho que se aprofundou com a contratação de Rogério Godoy como preparador da posição, e aposta que esse exercício resultará em gols para o Verdão.

- É algo que o professor e sua comissão vêm introduzindo cada vez mais ao estilo de jogo. Tenho procurado trabalhar bastante para me adaptar a essa nova função, e conseguido fazer com excelência, sabendo que corremos um pouco mais de risco, mas estamos nos preparando bem, com segurança e concentração, nos passes firmes na saída de bola ou nos passes longos, para surpreender o adversário. Tenho certeza de que, ao longo do ano, sairão gols desta forma - apostou o camisa 1.

De acordo com números divulgados pelo Palmeiras, Weverton acumula 301 passes certos e 48 lançamentos ocorridos com sucessos nas 17 partidas que participou nesta temporada. Defensivamente, as suas estatísticas são ainda melhores: sofreu 65 gols em 106 jogos, o que lhe garante a segunda menor média da história do clube, com 0,613, atrás de 0,541 do paraguaio Benítez, que teve 13 tentos tomados em 24 embates em 1978.

Weverton deixou o campo com a camisa do Palmeiras sem ter suas redes balançadas em 57 compromissos. É a terceira melhor marca no século entre os goleiros que defenderam o clube, superada somente pelas 107 partidas de Marcos e aos 101 de Fernando Prass.

- Fico muito feliz por manter essa média boa de sofrer poucos gols. Esse é o principal objetivo do goleiro, e ser pouco vazado é a satisfação do trabalho do dia a dia. Sair zerado de um jogo dá a sensação de missão cumprida e te motiva cada vez mais a trabalhar e tentar manter esse padrão. Sempre gosto de citar a tradição e a importância da Academia de Goleiros do Palmeiras, e fazer parte dela, mantendo essa média baixa, é muito especial para mim.

Diante de tantas marcas, a homenagem nesta semana foi pela sequência de Weverton no clube. O ex-zagueiro Edu Dracena, hoje assessor técnico do clube, entregou ao goleiro uma camisa 100 com seu nome, números de jogos que ele bateu pouco antes da pausa do futebol por conta da pandemia da Covid-19.

- Completar 100 jogos é incrível, e já estou pensando nos 150, 200, 300. Estou feliz e espero poder aumentar muito o meu número de partidas pelo clube, além de manter a média baixa de gols sofridos e, claro, de conquistar títulos - afirmou Weverton.

Confira abaixo o vídeo da TV Palmeiras com a homenagem para Weverton: