Lance Wanderlei Silva anuncia aposentadoria do MMA e provoca Vitor Belfort

Wanderlei Silva anuncia aposentadoria do MMA e provoca Vitor Belfort

Lutador brasileiro também abriu as portas para o boxe e aproveitou para 'cutucar' o rival

Lance
Lance

Lance

Lance

Wanderlei Silva está oficialmente aposentado das competições de Mixed Martial Arts (MMA). Aos 46 anos, no entanto, o brasileiro começa a ver outras possibilidades e observa com bons olhos um retorno ao boxe. Ainda sobre o assunto, Wand provocou Vitor Belfort, um de seus maiores rivais.

+ Polícia realiza reconstituição do assassinato do lutador Leandro Lo em São Paulo

Em entrevista ao podcast "Trocação Franca", o Cachorro Louco confirmou que pode retornar ao mundo da luta por meio do boxe. No entanto, Wand ponderou que só voltaria caso enfrentasse um "nome importante".

- Está bem interessante acompanhar os novos eventos de boxe. Acho que seria bem interessante lutar no boxe. Só boxe mesmo, que nunca lutei e tenho o boxe bom. Já treinei com caras muito bons, então gostaria muito de fazer uma luta, sim, em um evento bom. Contra um grande nome, poderia ser. Queria pegar um cara no boxe, pois gosto de me testar - disse.

Além disso, Wanderley Silva aproveitou o assunto para cutucar Vitor Belort. Recentemente, o brasileiro enfrentou Evander Holyfield, que está com 59 anos, e o evento foi criticado por Wand. Uma luta entre os compatriotas é especulada há mais de 20 anos.

+ Thiago Marreta revela incômodo com 'atitude' de Borrachinha e faz desafio: 'Vem lutar comigo'

- Queria pegar um cara bom, um ex-campeão mundial. Seria bem interessante. Mas não quero pegar um ‘velhinho’ igual um ‘amigo nosso’ (Vitor Belfort), que pegou um de quase ’70 anos’. Tem que ser um cara mais jovem, né? Bater nos caras rapidinho, isso é coisa de outro tipo de lutador. Eu, não. Quero pegar um cara bom - finalizou.

Wanderley Silva deixa o MMA como uma das maiores lendas do esporte. Ao todo, o brasileiro disputou 50 lutas, venceu 34, perdeu 15 e empatou uma. Ele não atuava desde 2018, quando foi nocauteado pelo arquirrival Quinton "Rampage" Jackson.

Últimas