Lance Tsitsipas se arrepende e pede desculpas a Rublev

Tsitsipas se arrepende e pede desculpas a Rublev

Grego usou menosprezo no ATP Finals como estratégia

Lance
Lance

Lance

Lance

Stefanos Tsitsipas, número cinco do mundo, pediu desculpas em entrevista ao Arab News ao tenista russo Andrey Rublev após suas palavras menosprezando o jogo do atleta durante o ATP World Finals.

"O que eu disse naquela entrevista coletiva contra o Rublev foi muito injusto com ele, eu não estava correto. Digamos que eu o vi de uma perspectiva diferente, queria que ele ficasse um pouco bravo antes da partida contra Casper Ruud, para tentar jogar ainda melhor. Não vou citar os motivos porque acho que é bastante óbvio qual situação eu enfrentaria na próxima partida se fosse eu quem enfrentasse aquele adversário”, disse Tsitsipas que comentou mais.

“Eu realmente queria que Andrey ganhasse a próxima partida, então minha abordagem foi adicionar um pouco mais de combustível ao fogo, para que ele realmente entrasse em quadra com muito mais fome, estar muito focado na próxima partida. Agora vejo que foi um erro fazer isso, senti que não era possível agir assim, embora depois tenha visto o jogo e acho que não jogaram como esperava. Era a minha única forma de terminar entre os três primeiros este ano, dependia dele vencer aquele jogo.

O grego elogiou o russo: "O Andrey é um excelente jogador, tem uma grande variedade de armas, que usa muito bem em quadra. Ele pode bater na bola com muita força, digamos que ele é o Marat Safin de sua geração. Não acho que ele tenha um jogo limitado, na verdade, ele passou muitos anos no circuito provando que é capaz de competir com os melhores. Ele é um dos caras mais disciplinados no vestiário, é muito profissional com seu trabalho. Um cara muito engraçado, uma alma muito legal com quem aproveitar o tempo compartilhado. Ele é extremamente amigável, gosta até de tirar sarro de si mesmo."

O grego deixou um ponto para reconciliar com o russo: "Eu me arrependo de ter dito isso? Me desculpe por ter dito isso, sim. Não foi uma coisa boa para mim, doeu muito não conseguir chegar à decisão do ATP Finals, doeu muito, tentei liberar um pouco de energia ruim naquele momento mas foi um ato irresponsável, eu não estava no caminho certo. Mesmo que ele quisesse alcançar algo com aquele ato, não era o jeito certo de fazê-lo. Quando eu o ver, gostaria de pedir desculpas a ele por dizer isso, especialmente porque não é o que eu realmente penso”.

Últimas