'Traz a taça pra nós', pede fã do Athletico que perdeu mão com rojão

Wesley Pontes, de 38 anos, se acidentou nesta semana. Já operado, mas ainda com muitas dores, ele gravou um vídeo para se comunicar com o time

Torcedor se envolveu em acidente no embarque do Athletico para Porto Alegre

Torcedor se envolveu em acidente no embarque do Athletico para Porto Alegre

Lance

O torcedor Wesley Pontes, de 38 anos, que perdeu a mão em um acidente com um sinalizador, se manifestou nesta quarta-feira, horas antes da decisão da Copa do Brasil, entre Internacional e Athletico-PR, no Beira-Rio. Já operado, mas ainda com muitas dores, ele gravou um vídeo para se comunicar com o Furacão e fez um pedido.

"Olá, rapaziada. Já fiz a cirurgia, e a dor não passa nunca porque foi horrível o bagulho, dói demais. Amanhã eu tenho outra cirurgia e estamos na luta, rapaziada. Só traz a taça pra nós, aí. Eu quero ver vocês cantando pela TV. Abraço e boa viagem", disse Wesley, se dirigindo aos torcedores e aos jogadores do Athletico.

Torcedor já foi operado e terá de passar por uma nova cirurgia

Torcedor já foi operado e terá de passar por uma nova cirurgia

Lance

Wesley sofreu o grave acidente enquanto aguardava o ônibus do Athletico-PR no aeroporto, nesta última terça-feira, em Curitiba. Antes do embarque do Furacão à Porto Alegre, o torcedor resolveu soltar fogos, mas teve problema com o objeto e teve que ser socorrido e depois encaminhado ao Hospital São José, na capital paranaense.

Em solidariedade ao torcedor, a colorada Bruna Sganzerla resolveu criar uma vaquinha online para ajudar Wesley Pontes. A campanha nas redes sociais é para que os torcedores depositem as doações diretamente na conta da mãe de Wesley.

Internacional e Athletico-PR decidem o título da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, em Porto Alegre. No jogo de ida, na Arena da Baixada, em Curitiba, o Furacão venceu por 1 a 0, com gol de Bruno Guimarães. O Colorado precisa vencer por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou por dois para conquistar o título.

Gols brasileiros e 'lei do ex' em Paris: o melhor do 2º dia da Champions