Lance Torcida chegando aos poucos, protestos e clima de final: o pré-jogo do Palmeiras na Recopa

Torcida chegando aos poucos, protestos e clima de final: o pré-jogo do Palmeiras na Recopa

Allianz Parque volta a ter uma final com torcida e torcedores recordam os bons tempos. Mancha Verde segue com protestos e movimentação para entrada é tranquila

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma parte da torcida do Palmeiras acordou nesta quarta-feira sabendo que faria algo que há algum tempo não fazia: assistir a uma final no Allianz Parque. E o clima antes do jogo fez jus ao que se viu recentemente no estádio em decisões anteriores. Em meio a isso, os palmeirenses tiveram uma entrada tranquila e a Mancha Verde seguiu com os protestos com faixas e mosaico.

A reportagem do LANCE! chegou ao estádio por volta das 19h. Mesmo com uma movimentação acima do normal para o horário, os protocolos de entrada dos torcedores acontecia de forma tranquila. Somente pessoas com ingresso puderam passar pela barreira e depois apresentavam comprovante de vacinação. Cerca de 20h40, o volume de pessoas aumentou, mas poucas ainda se dirigiam para a porta do estádio a fim de curtirem o clima fora da arena.

E foi esse clima já vivido algumas vezes no Allianz Parque que os palmeirenses parecem ter tentando resgatar. O último jogo de título com torcida foi em 2016, quando o Verdão bate a Chapecoense e conquistou o Brasileirão daquele ano. Apesar da disputa por pontos corridos, a partida tinha caráter de final. Bastava que a equipe de Cuca vencesse os catarinenses para levantar o troféu nacional.

Com a capacidade reduzida para 70% por conta do novo avanço da pandemia de coronavírus nos últimos meses, o Allianz Parque não teve a lotação máxima que um dia já recebeu nesse tipo de jogo, mas o caldeirão se formou pelos torcedores que lá estiveram e optaram por adentrar bem perto do apito inicial.

Fora de campo, a Mancha Verde seguiu com os protestos contra a atual diretoria, principalmente Olivério Junior, responsável pela comunicação. Faixas fora do estádio e torcedores com camisetas formando a frase "Fora Olivério" na arquibancada foram notadas. Na última terça-feira, a organizada subiu o tom das manifestações e passou a cobrar Leila Pereira pessoalmente pelo caso.

"Tia Leila, preste atenção, você não é a dona do Verdão", foi um dos cânticos entoados pela Mancha antes de o duelo ter início nesta quarta-feira.

Também dentro do Allianz, um detalhe chamou a atenção: durante o anúncio da escalação do Alviverde, o nome mais comemorado pela torcida foi o do técnico Abel Ferreira, que cada vez mais tem se tornado ídolo do torcedor e pode conquistar seu quarto título pelo clube em menos de um ano e meio de trabalho. Além de passar Felipão em conquistas internacionais no Verdão.

Últimas