Lance Torcedor do Fluminense registra filha com nome do clube e pega mãe de surpresa

Torcedor do Fluminense registra filha com nome do clube e pega mãe de surpresa

Segundo Jamylle, Wagner só apresentou o nome após chegar em casa com a certidão de nascimento

Lance
Lance

Lance

Lance

Uma nova torcedora do Fluminense nasceu em Porto Alegre, e seu nome, Laura Nense Farias Sant'Anna, foi uma surpresa para a mãe, Jamylle. O pai, Wagner Sant'Anna, apaixonado pelo Fluminense, decidiu batizar a filha com um nome que reflete sua paixão ao clube tricolor. A escolha foi anunciada apenas quando ele chegou em casa com a certidão de nascimento.

Apesar de inicialmente ser vascaína, Jamylle, dentista de 25 anos, passou a torcer pelo Fluminense devido à paixão de Wagner pelo clube. O pai, entusiasmado, já mencionava a ideia de dar à filha o nome "Nense" ou o nome de algum jogador após a semifinal contra o Internacional. A decisão foi tomada de forma inesperada, mas Jamylle aceitou de bom grado.

Em entrevista ao GE, Wagner deu detalhes sobre a escolha do nome.

- Eu sempre brincava que depois de determinado gol seria Laura Kennedy, Laura Germán… Só que fica complicado você colocar o sobrenome de outra pessoa que pode ir para outro clube. Imagina… Mas Nense estava na minha cabeça e eu sabia que não erraria nunca. Eu botei na minha cabeça e disse que iria colocar - disse Wagner.

Jamylle completa, explicando que não houve uma conversa direta sobre o assunto, apenas brincadeiras até o momento da decisão.

- Não teve uma conversa em que sentamos e conversamos algo direcionado a isso. Não existiu. Ele ficava conversando, brincando, soltava alguma coisa... E eu levava na brincadeira. Até chegar nesse momento. Não teve uma hora que ele chegou, sentou e falou o que queria. Foi no susto (risos). Ele só decidiu - contou a mãe.

O casal se conheceu em Duque de Caxias, e a mudança para a capital gaúcha ocorreu após Jamylle se formar. Mesmo sendo vascaína originalmente, Jamylle absorveu o amor de Wagner pelo Fluminense, tornando-se mais familiarizada com o clube.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Não tive escolha, porque é o dia inteiro ouvindo o Fluminense. Não é exagero, é real. Então acaba que você consome aquilo também. Não perde uma notícia, vídeo, nada... E é o dia inteiro. Quando não está vendo ou ouvindo algo sobre o Fluminense, ele está contando sobre. Aí você vai se envolvendo - disse Jamylle.

Wagner assegura que Laura será torcedora do Fluminense e promete levá-la a todos os jogos possíveis. No entanto, a garantia de silêncio durante jogos importantes é duvidosa, especialmente se Laura estiver dormindo. Wagner lembra de ter sido notificado pelo condomínio após comemorações na final do Campeonato Carioca, mas brinca que a paternidade pode ajudar a manter a ordem.

- Eu já fui notificado pelo condomínio naquele 4 a 1 (final do Campeonato Carioca de 2023). O apartamento que eu moro é alugado pela empresa e fui notificado porque gritei muito, palavras de baixo calão, mas não tinha como. Se for 1 a 0 eu tento manter o silêncio e a ordem. A paternidade vai me ajudar nisso (brinca) - concluiu Wagner.

Últimas