Lance Técnico do Atlético-MG explica "bolas diretas" e evita polêmica com jovem

Técnico do Atlético-MG explica "bolas diretas" e evita polêmica com jovem

El Turco garante que estudou Uberlândia e jogadas longas foram instruídas aos jogadores

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O Atlético venceu o Uberlândia, por 4 a 0, na noite desta quarta-feira, no Parque do Sabiá, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

Após o jogo, o técnico El Turco Mohamed explicou algumas situações de jogo. Por exemplo, ficou claro durante a partida algumas ligações diretas - maneira como saiu o primeiro gol, por exemplo.

- Hoje, fizemos estudo do rival e sabíamos que a bola direta nas costas da zaga daria danos ao Uberlândia. Foi uma estratégia. Ao primeiro minuto de jogo, fizemos o gol. Sabemos que a melhor qualidade da equipe é o controle de bola. O campo estava com água, e buscamos a bola longa como alternativas. Mas sabemos que a nossa maior tendência é de ter a bola curta - detalhou.

Algo que chamou atenção na partida foi o jovem Echaporã assumir a responsabilidade para bater o pênalti, mas perder a cobrança. El Turco evitou polemizar o assunto e disse que errar faz parte.

- Isso é uma situação que os companheiros deixaram o Echaporã bater. É jogador jovem, estava com confiança. Não houve nenhum problema. Falhar é parte do jogo. Não é problema. O mais importante é que ele se recupere e fique mais forte para o que venha pela frente.

O Atlético volta a campo no próximo domingo, contra a Patrocinense, às 11h, no Mineirão, e o treinador já confirmou o retorno dos titulares.

Últimas