Lance Swiatek lamenta derrota: 'Fiz tudo o que podia. Não funcionou'

Swiatek lamenta derrota: 'Fiz tudo o que podia. Não funcionou'

Número 1 do mundo diz ter se estressado um pouco mais no Australian Open e ficado mais lenta

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Eliminada na terceira rodada do Australian Open pela tcheca Linda Noskova, 50ª colocada, Iga Swiatek lamentou e disse que fez tudo o que poderia. mas seu jogo não funcionou neste sábado (20).

- Foi difícil ler o saque dela. Eu diria que ela meio que atende ao estilo de Sabalenka e Rybakina em termos de posicionamento e velocidade. Eu diria que eu não estava devolvendo no geral neste torneio da mesma forma que normalmente, especialmente no segundo saque. Mas ainda sei que fiz tudo o que pude para tentar fazer funcionar. Tecnicamente não funcionou. Mas sei que fiz tudo o que pude. Eu meio que não me arrependo. Com certeza gostaria de ter jogado um pouco melhor neste torneio - disse a jogadora número 1 do mundo, após a queda por 3/6 6/3 6/4.

- Fisicamente não senti nada, estou bem. Mentalmente também, senti que realmente estava de volta depois da partida com a Danielle, que poderia recomeçar, tentar jogar o meu jogo, mas isso não aconteceu. Ela fez tudo bem, foi em frente sem nenhuma pressão, provavelmente não tinha nada a perder hoje - completou.

Ela comparou com sua queda em 2023:

- No ano passado me senti muito desequilibrada, senti que toda a temporada poderia ser difícil por causa do início, esperava muito mais. Este ano não vou focar tanto em resultados e classificações, mas sim no meu jogo. Este ano a única coisa que quero é voltar ao trabalho, sei que terei muitas oportunidades durante a temporada para mostrar o meu jogo. Em 2023, me senti emocionada por começar o ano como número 1 do mundo, foi muito diferente.

A tenista revelou um estresse acima do normal em Melbourne:

- Provavelmente estive mais estressada do que em outros torneios, principalmente nas duas primeiras rodadas. Acho que em alguns aspectos as coisas não funcionaram como antes, embora continue trabalhando da mesma forma, sinto que fiz tudo o que pude na pré-temporada para melhorar as coisas que queria. De repente cheguei aqui e já não jogava com tanta fluidez, como se chegasse às bolas mais devagar, com uma reação muito mais tardia. Me concentrei muito em melhorar isso, mas as coisas não aconteceram tão naturalmente como de costume.

Últimas