Lance Sobre reforços, diretor da Chape pontua: 'O momento é de estudar as possibilidades'

Sobre reforços, diretor da Chape pontua: 'O momento é de estudar as possibilidades'

André Martins, anunciado 10 dias antes da paralisação das atividades, descreve como tem sido seu trabalho de coordenador de novo em meio a essa realidade atípica

Lance
Lance

Lance

Lance

Se em tempos normais a Chapecoense estaria observando com mais afinco o mercado para reforçar o plantel pensando na disputa da Série B do Brasileirão, os tempos de isolamento social e paralisação dos torneios por conta do novo coronavírus mexem bastante com os planos da diretoria.

Quem comentou sobre o tema em palavras ditas ao site oficial da Chape foi o coordenador de futebol, André Martins, que foi anunciado apenas 10 dias antes da pausa. Ou seja, ainda com um contato bastante incipiente com o plantel e, como ele mesmo disse, em meio as incertezas que o período de paralisação traz na questão de contratações.

- Tenho conversado bastante com a diretoria e comissão, estabelecendo e tentando organizar um planejamento para o retorno das atividades. Existe a possibilidade de fazermos uma mini pré-temporada, dependendo da data que a CBF estabelecer a volta e o início das competições. Estamos acompanhando as novidades sobre possibilidade de inscrever novos atletas, se vai existir essa possibilidade. Pela incerteza de como tudo isso afetará o futebol ainda não podemos tratar do assunto de contratações. O momento agora é de estudar as possibilidades e aguardar - descreveu André.

O mesmo cenário se aplica quando o assunto são os contratos vigentes de atletas que acabariam seu vínculo ao término do estadual. Por isso, o coordenador disse que não há muito o que fazer a não ser manter o contato com a área jurídica do clube para saber o melhor caminho a seguir:

- Neste momento está tudo parado, justamente por não sabermos o que pode e vai acontecer, em relação ao retorno do estadual e inicio da Série B. Nós juntamente com o departamento jurídico estamos estudando as medidas que serão tomadas sobre os contratos que se encerram no final do estadual.

Depois de lutar contra o rebaixamento até a última rodada da fase classificatória do Catarinense, o Verdão do Oeste conseguiu não apenas fugir da queda como também avançou ao mata-mata onde, caso o torneio tenha sequência, enfrentará o Avaí nas quartas de final.

Últimas