Lance Série B tem adesão em massa ao Futebol Forte e grupo fará reunião própria no dia 16

Série B tem adesão em massa ao Futebol Forte e grupo fará reunião própria no dia 16

Grupo dos emergentes anuncia que não comparecerá à encontro da Libra nesta quinta e quer conversa posterior com fundadores para tentar selar acordo

Lance
Lance

Lance

Lance

O que parecia muito próximo de ocorrer, vai ganhando novos capítulos nos bastidores. Pelo menos 23 clubes das séries A e B divulgaram manifesto em que informam que não estarão presentes na reunião com os fundadores da Libra (Liga Brasileira de Clubes), que acontece nesta quinta-feira (12), na sede da CBF, no Rio de Janeiro (RJ). Na carta, o bloco diz que realizará reunião própria no dia 16, também na cidade carioca.


O encontro desta quinta, marcado na semana passada em São Paulo (SP), serviria para mais clubes assinarem a adesão à Libra. Atlético-MG, Botafogo, Bahia, Internacional e Grêmio, ainda não integrantes da Liga, não assinaram o manifesto.

Isso acontece oficialmente por um prazo maior pedido pelo bloco para analisar e fazer apontamentos no estatuto de fundação da Libra (assinado pelos quatro grandes de São Paulo, Ponte Preta, Bragantino, Cruzeiro, Flamengo e agora o Vasco).

A ideia é convocar uma reunião posterior com os fundadores para expor de forma concretas as reivindicações.

Nos bastidores, contudo, conforme apurou o LANCE!, a realidade é que o grupo Futebol Forte, formado pelos emergentes do Brasileirão e que pedem maiores distribuições de receitas, ganhou a adesão de 12 participantes da segunda divisão.

Brusque, Chapecoense, CSA, CRB, Criciúma, Londrina, Náutico, Operário-PR, Sampaio Corrêa, Sport, Tombense e Vila Nova se alinharam ao Futebol Forte.

Além disso, o bloco, formado inicialmente por América-MG, Atlético-GO, Athletico, Avaí, Ceará, Coritiba, Cuiabá, Fortaleza, Goiás e Juventude ganhou a adesão do Fluminense.

O L! apurou que o Atlético-MG, que estava alinhado inicialmente com o bloco, discordou da decisão de não se comparecer a reunião desta quinta e decidiu seguir os moderadores Internacional e Botafogo. Além disso, houve pressão interna no clube pela adesão à Libra após a entrada do rival Cruzeiro.

Dos clubes restantes que não entraram na Libra e nem assinaram o documento do Futebol Forte, os paulistas Novorizontino, Ituano e Guarani devem endossar a Liga.

Além de Inter e Galo, sobram Grêmio, Bahia e Botafogo e a expectativa dos fundadores é selar de vez nesta quinta a entrada de pelo menos dois deles na Libra.

Para ser formalizada na CBF, segundo o estatuto da entidade, é necessário que haja a adesão de pelo menos 13 clubes (um terço do total das séries A e B).

A DIVERGÊNCIA

O estatuto assinado pelos paulistas e o Fla prevê a divisão de 40% da receita dividida igualmente entre todos os participantes da competição, 30% de variável por performance e 30% por engajamento.

O Futebol Forte quer uma cópia da divisão adotada na Premier League, da Inglaterra: 50% divididos igualmente, 25% por performance e 25% da receita nos critérios de engajamento, que poderia ser rediscutida adiante.

O objetivo do Futebol Forte é reduzir a distância de receitas entre o último colocado e o campeão em no máximo 3,5 vezes. Pelo estatuto da Libra, essa diferenciação pode chegar a seis vezes.

Há discordância também quando se trata da Série B. No estatuto dos fundadores há cláusulas que repassam de 15% a 20% do total arrecadado para a competição, isso em caso de queda de grandes. Os clubes da segunda divisão, contudo, querem 25% do bolo e parte do total ganho com direitos de TV.

Além disso, os clubes da Série B querem um poder de decisão maior. Isso porque pelo estatuto da Libra, os clubes da Série A tem voto de peso dois em eleições e decisões que vierem a acontecer.

QUEM JÁ É INTEGRANTE DA LIBRA

Corinthians
São Paulo
Palmeiras
Santos
Bragantino
Ponte Preta
Flamengo
Vasco
Cruzeiro

QUEM INTEGRA O FUTEBOL FORTE

Athletico
América-MG
Atlético-GO
Avaí
Brusque
Ceará
Chapecoense
CSA
CRB
Coritiba
Criciúma
Cuiabá
Fluminense
Fortaleza
Goiás
Juventude
Londrina
Náutico
Operário
Sampaio Corrêa
Sport
Tombense
Vila Nova

QUEM SÃO OS MODERADORES QUE AINDA NÃO APOIARAM NENHUM DOS LADOS

Grêmio
Internacional
Bahia
Botafogo
Atlético-MG

Últimas