Sem saber se vai jogar, Luan se coloca à disposição de Luxemburgo

Zagueiro substituiu Felipe Melo na zaga palmeirense no primeiro jogo da final contra o Corinthians, que terminou 0 a 0; decisão é neste sábado, às 16h30, no Allianz Parque

Lance

Lance

Lance

O zagueiro Luan não sabe se jogará o clássico contra o Corinthians na decisão do Campeonato Paulista, que acontece neste sábado, às 16h30, no Allianz Parque. No primeiro jogo da final, ele entrou no lugar de Felipe Melo, machucado, e disse que respeitará qualquer decisão que seja tomada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo em relação à vaga.

- Independente de qualquer coisa, vou sempre trabalhar, treinar sério, respeitar meus companheiros e a decisão do treinador. Se for para começar no banco ou jogando, vou estar sempre disposto a ajudar, nunca satisfeito se eu estiver de fora e sempre buscando meu espaço para jogar. Isso aqui é um grupo de muito respeito. Só de vestir essa camisa é uma honra muito grande e sempre que eu puder entrar em campo, vou representar da melhor maneira possível – disse o defensor em vídeo divulgado pela TV Palmeiras.

Ele foi titular na zaga alviverde no empate por 0 a 0 contra o Alvinegro na última quarta-feira (5), ao lado do paraguaio Gustavo Gómez. Ele avaliou como foi a partida em Itaquera.

- Clássico é aquela coisa de entrar sempre pilhado, sempre querendo vencer. Eles são os nossos maiores rivais, a gente entende isso e quer passar por cima deles – iniciou sobre o assunto, e ainda complementou:

- É um jogo de muito embate, muita disputa. Agora é trabalhar bastante, montar uma estratégia para que a gente possa, na nossa casa, com uma força da nossa torcida, que não pode estar lá, mas a gente sabe que eles vão estender faixas no Allianz inteiro, para que a gente possa sentir pelo menos a energia deles e fazer um grande jogo e ser campeão – finalizou.

O Palmeiras recebe o Corinthians neste sábado, às 16h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque, sem torcida por conta da pandemia de coronavírus. Como o primeiro jogo foi 0 a 0, qualquer vitória simples garante o título para uma das equipes. Caso dê nova igualdade no placar, a decisão vai para os pênaltis.