Lance 'Se você quer que o Brasil não dance, não deixe eles fazerem gols', defende comentarista da ESPN americana

'Se você quer que o Brasil não dance, não deixe eles fazerem gols', defende comentarista da ESPN americana

Ex-jogador venezuelano Alejandro Moreno ressaltou o respeito a cultura brasileira e uma certa 'dor de cotovelo' dos críticos a Seleção  

Lance
Lance

Lance

Lance

O ex-atacante e atual comentarista da ESPN norte-americana, Alejandro Moreno, ponderou as críticas às dancinhas em forma de comemoração dos jogadores da Seleção Brasileira durante a goleada sobre a Coreia do Sul, nas oitavas de finais da Copa do Mundo. O ex-jogador defendeu a cultura do Brasil e relembrou um episódio vivido nos tempos em que ainda atuava profissionalmente.

+ Saiba quando será cada jogo das quartas de final da Copa do Mundo 2022

- Vamos lá, os brasileiros estavam dançando antes mesmo da partida começar. Vou te contar uma história rápida sobre o Brasil. Eles nos destruíram na seleção da Venezuela em uma das edições das eliminatórias da Copa do Mundo, ambas as equipes estavam na pista do aeroporto esperando as malas para embarcar no voo para a próxima partida e adivinhe o que eles estavam fazendo: dançando! - iniciou o comentarista, que completou sua fala na sequência:

- Eles (brasileiros) dançam antes de vencer, dançam quando vencem, dançam depois de marcarem um gol, eles dançam antes de marcarem um gol, faz parte da cultura deles. Se você não gosta de assistir, eu não me importo. Porque eles conquistaram o direito de comemorar o gol do jeito que eles quiserem comemorar. Se você quer que o Brasil não dance, não deixe eles fazerem gols e boa sorte com isso - completou.

+ Ronaldinho, Vini Jr e mais: 'dancinhas' fazem parte da história e cultura do Brasil

ATAQUES AOS BRASILEIROS

Os quatro gols da Seleção Brasileira na vitória sobre a Coreia do Sul foram comemorados com "dancinhas". Incomodado com a situação, o ex-jogador Roy Keane - hoje comentarista da emissora britânica ITV - criticou os jogadores da equipe comandada por Tite.

- Eu não consigo acreditar no que vejo. Nunca vi tanta dança. É como assistir ao Strictly (espécie de Dança dos Famosos). Eu sei que tem o ponto da cultura, mas acho realmente desrespeitoso com o adversário. São quatro gols e eles fazem toda vez. A primeira dancinha ou seja lá o que façam, tudo bem. E então o técnico se envolve. Não fico feliz com isso. Não acho isso nada bom - opinou Roy Keane.

+ Tite participa de 'dança do pombo' após gol de Richarlison no Brasil

Com a expectativa de novas coreografias, o Brasil volta a campo na próxima sexta-feira, às 12h (de Brasília), no Estádio Cidade da Educação, contra a Croácia, pelas quartas de finais da Copa do Mundo do Qatar. O vencedor encara quem se der melhor no confronto Argentina x Holanda.

Últimas