Lance Rubens Menin diz que Jorge Jesus queria ir para o Galo, mas 'o tempo' dele não atendia os prazos do clube

Rubens Menin diz que Jorge Jesus queria ir para o Galo, mas 'o tempo' dele não atendia os prazos do clube

O parceiro do Atlético-MG comentou sobre a negociação com o português, que declinou do convite para assumir o time atleticano

Lance
Lance

Lance

Lance

Jorge Jesus foi o “Plan A” do Atlético-MG para assumir o clube em 2022, no lugar de Cuca, que deixou o Galo no fim do ano passado. Porém, o negócio com o técnico Português não evoluiu e o time mineiro acabou fechando com Antonio Mohamed, El Turco.

O empresário e investidor do alvinegro, Rubens Menin, detalhou como foram as conversas com Jesus. Menin disse que O treinador não acertou com o Galo, pois o tempo pedido por JJ estava fora do prazo determinado pelo clube para ter um novo comandante.

Não fosse por esse problema de prazos, Jorge Jesus e o Atlético teriam feito um acordo, pois segundo Menin Jesus demonstrou interesse em trabalhar no atual campeão Brasileiro.

- O Jorge Jesus tem um contrato com o Benfica ainda, que não foi desfeito completamente. O tempo dele não atendia ao tempo do Atlético. Não é que ele não tenha querido vir para o Atlético, não, ele até queria, tinha esse interesse. Mas o tempo dele não dava certo, porque nós precisávamos de um técnico para segunda-feira. A hora que ele não tinha esse tempo para ser dado ao Atlético, as negociações nem prosseguiram - disse Menin em entrevista à rádio Bandeirantes.

- Ele queria, mas deixou claro: não posso resolver isso rápido. Então, falamos: 'assim você não vai nos atender'. Foi isso que aconteceu-completou.

Menin e toda a diretoria do Atlético queriam um técnico que começasse o ano junto com os jogadores, que voltaram as férias no dia 17 de janeiro. Assim, depois de Jesus, o Atlético tentou Carlos Carvalhal, Eduardo Berizzo, Luis Castro até fechar com Antonio Mohamed.

- De certa forma, ele demonstrou interesse em vir, sim. Mas ele tinha compromissos que tinha de resolver antes, e isso não ia casar com o nosso cronograma. A gente quer um técnico para começar o trabalho. Ano passado, o Cuca não começou. Entrou no meio. É importante o técnico entrar desde o início.

Antonio "Turco" Mohamed, argentino, de 51 anos, tem passagem de sucesso pelo futebol mexicano. Ele assinou contrato até 31 de dezembro de 2022.

Últimas