Romildo Bolzan promete homenagens a Valdir Espinosa: 'Futebol brasileiro perde um dos seus expoentes'

Presidente do Grêmio esteve presente no velório do ídolo do clube, pelo qual Valdir Espinosa foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes como técnico em 1993

Lance

Lance

Lance

Presente no Rio de Janeiro para participar da reunião do Conselho Técnico da Série A do Brasileiro, na sede da CBF, o presidente do Grêmio Romildo Bolzan também foi a General Severiano para acompanhar o velório de Valdir Espinosa, ídolo histórico do Tricolor gaúcho que faleceu nesta quinta-feira vítima de complicações pós-operatórias de uma cirurgia no abdômen. O dirigente gremista lamentou a perda de Espinosa que foi jogador, técnico e coordenador técnico do Imortal.

- Era um um homem extremamente do diálogo, inteligente, cordial, de ótimo relacionamento. Uma pessoa fantástica. O futebol brasileiro perde um dos seus expoentes. Perde um daqueles que protagonizou coisas importantíssimas, principalmente com o Grêmio e depois com o Botafogo, outra paixão da sua vida, onde recuperou títulos que há muito tempo não tinha. Por onde passou, vai ser lembrado. Por onde passou, deixou caminhos de volta e sempre teve relacionamentos extremamente profundos. Por isso, o Grêmio vem aqui hoje fazer essa homenagem para ele - comentou Romildo Bolzan, que também lembrou das passagens de Espinosa pelo Grêmio.

- Foi lateral direito do nosso time em 72 e 73, uma época difícil do nosso clube, com hegemonia do co-irmão. Depois veio a ser treinador das coisas mais importantes que o Grêmio desenvolveu, os títulos da América e do Mundial. Trabalhou conosco recentemente, como coordenador técnico, junto com o Renato.

Revelado como jogador pelo Grêmio, Espinosa, no entanto, teve seu auge pelo clube como treinador, quando conquistou a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes de 1983. Retornou com coordenador técnico em 2016, quando participou do título da Copa do Brasil.

Além de decretar luto oficial por três dias e deixar a bandeira a meio mastro, Romildo Bolzan revelou que o Grêmio fará mais homenagens ao ídolo.

- O guia da partida contra o Juventude, no sábado, fora uma homenagem especial para ele, um registro importante da sua trajetória no Grêmio. E também vamos fazer uma homenagem póstuma - finalizou Bolzan.