'Rival do Cruzeiro tem muito título e não é o Atlético', alfineta Sérgio Rodrigues, presidente do clube

O novo mandatário, eleito para assumir um mandato tampão até o fim do ano, mal começou a trabalhar na Raposa, e já provocou o rival 

O novo mandatário, eleito para assumir um mandato tampão até o fim do ano, mal começou a trabalhar na Raposa, e já provocou o rival 

Lance

Lance

Lance

Os personagens mudam, mas a rivalidade permanece intacta. Assim é o duelo eterno de palavras entre dirigentes de Atlético-MG e Cruzeiro. E, mais uma vez a batalha verbal acirrou os ânimos dos torcedores. Na última quarta-feira, 20 de maio, o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, disse que o Galo poderá ficar acima do rival nos próximos anos, além de não aceitar colocar o alvinegro no “mesmo balaio” que a Raposa.

O comentário surgiu após o Cruzeiro perder seis pontos no Brasileiro da Série B por não ter pago uma dívida na FIFA com o Al-Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denílson, em 2016, no valor de R$ 5 milhões, em valores atualizados.

A resposta do time celeste, veio com o novo presidente do clube, Sérgio Rodrigues, eleito no dia 21 de maio, para um mandato “tampão” até o fim do ano. Ele fez questão de responder Sette Câmara, alfinetando o rival.

Sérgio Santos Rodrigues afirmou que o Atlético-MG não é rival do Cruzeiro em Minas Gerais, e que o time azul rivaliza com equipes de fora, de âmbito nacional com títulos grandes, ganhos por times como Grêmio e São Paulo.

- Na verdade o Atlético-MG não é o grande rival do Cruzeiro. Rival do Cruzeiro é Grêmio, São Paulo.Times que tem muito título. O Cruzeiro é disparado o time que tem mais títulos aqui em Minas Gerais. A gente rivaliza com quem tem isso também. Seis Copas do Brasil, quatro Brasileiros, duas Libertadores, então esses grandes rivais nossos são do âmbito nacional.Contra fatos não há argumentos. Se quiser ver mais um troféu de cada campeonato, você só consegue ver lá no Barro Preto- disse Sérgio Rodrigues ao FOX Sports.

O dia do novo presidente da Raposa foi dedicado a falar dos planos para o Cruzeiro, mas sempre tinha espaço para cutucar o Galo e seu amigo pessoal, Sérgio Sette Câmara, que afirmou que o número de torcedores do time celeste irá cair nos próximos anos, com soberania do Atlético em Minas.

- O Sérgio Sette Câmara é um amigo, advogado e gosto muito dele. Mas isso aí é discurso para a torcida dele, pois isso jamais vai acontecer. O sonho do Atlético Mineiro é chegar no patamar do Cruzeiro, porém nunca vai chegar se pegarmos número de títulos, número de torcida e expressividade. O Cruzeiro é o maior clube brasileiro do século XX e eu nem consigo enumerar o tanto de adjetivo que teria para colocar ou paradigma de comparação para que isso seja feito. Então, tenho certeza que isso foi uma brincadeira do meu xará para a torcida dele e isso jamais vai acontecer, até porque o que está acontecendo com o Cruzeiro é momentâneo. Teve a crise, acabou e agora nós vamos reconstruir, teremos credibilidade. Faremos um belíssimo projeto no centenário e acredito que a torcida vai abraçar mais ainda o Cruzeiro. Teremos torcedores ainda mais fanáticos pelo clube-disse em entrevista à Rádio Super FM.