Lance Risco de perder a Copa? Entenda por que Son usa máscara nos treinos da Coreia do Sul

Risco de perder a Copa? Entenda por que Son usa máscara nos treinos da Coreia do Sul

Atacante se previne depois de cirurgia no rosto por fratura em jogo do Tottenham

Lance
Lance

Lance

Lance

Principal estrela da Coreia do Sul, Son dificilmente jogará a fase de grupos da Copa do Mundo em suas melhores condições físicas. O astro coreano se recupera de uma cirurgia no rosto após uma fratura sofrida na primeira semana de novembro em uma partida do Tottenham, seu time, contra o Olympique de Marselha-FRA, pela Champions League.

> Veja as camisas de todas as seleções para a Copa do Mundo 2022

O acidente aconteceu em uma disputa aérea com Mbemba. O ombro do jogador do Olympique se chocou com o rosto de Son próximo ao olho esquerdo. Após leve sangramento, ele foi substituído pelo técnico Antonio Conte.

Essa lesão fez com que o jogador ficasse fora dos últimos três jogos do clube inglês antes da pausa para a Copa. Mas o sul-coreano se mostrou “disponível para correr riscos” no Qatar e não desistiu da competição, apesar de atuar sob cuidados médicos.

- Pode parecer que estou indo longe demais, mas jogadores de futebol sempre competem sob grandes riscos. Só quero dar alegria e esperança aos torcedores. Então estou mais do que disponível para correr esses riscos - disse Son em declarações ao site oficial da FIFA.

> Clique e confira a tabela completa e simulador da Copa do Mundo!

Ainda não se sabe se Son entrará em campo na primeira partida da Coreia do Sul, que acontece na próxima quinta-feira, às 10h (de Brasília), contra o Uruguai, pelo Grupo H, mas o atacante sul-coreano seguirá com a máscara em uma tentativa de acelerar o processo de recuperação e não ficar fora do Mundial.

- Não sou médico… Por isso é difícil dizer quando poderei jogar… Não posso prever o futuro, mas quero que esta seja uma Copa do Mundo especial e vou entregar toda a minha energia para que assim seja - concluiu.

Mesmo sem as melhores condições físicas, Son segue sendo a principal esperança da seleção de seu país para avançar na fase de grupos e surpreender novamente o mundo, como em 2002. Há 20 anos, quando sediou a Copa do Mundo com o Japão, os sul-coreanos chegaram à semifinal, mas caíram para a Alemanha e terminaram em 4º lugar com derrota para a Turquia.

Últimas