Lance Reservas não agarram chance, e Palmeiras pode ter quatro 'finais' nas últimas rodadas do Paulistão

Reservas não agarram chance, e Palmeiras pode ter quatro 'finais' nas últimas rodadas do Paulistão

Time alternativo do Verdão teve atuação de baixíssimo nível contra a Inter de Limeira e se livrou de uma derrota. Pontos perdidos levam pressão para a maratona de clássicos

Lance
Lance

Lance

Lance

O Palmeiras está claramente com a cabeça na disputa da Recopa Sul-Americana e não poderia ser diferente, mas nos planos do clube uma vitória contra a Inter de Limeira seria essencial para manter uma tranquilidade para as rodadas restantes do Paulistão. Com uma formação reserva que não correspondeu, o empate conquistado pode levar pressão para os clássicos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja quanto o Palmeiras faturou em premiação com Abel Ferreira

Abel Ferreira, pensando no duelo de quarta-feira, escalou uma equipe quase toda alternativa, com exceção de Zé Rafael, que entrou em campo para ganhar ritmo para jogar pela Recopa. O português testou uma formação com quatro atacantes, sendo dois deles os centroavantes Rafael Navarro e Deyverson. A tentativa não deu certo. As condições climáticas, o campo pesado e a dificuldade técnica dos jogadores foram essenciais para o fracasso do time.

Não é de hoje que o Palmeiras, que é muito bem treinado e tem um trabalho consolidado, dá amostras de uma equipe extremamente displicente na definição das jogadas, seja defensor, meio-campista ou atacante. Os reservas, que na teoria recebem menos chances de atuar, teriam essa oportunidade para mostrar seu valor, porém a displicência foi em dobro daquela oferecida pelos titulares, que desperdiçam gols e lances aos montes constantemente.

Apesar de ser um jogo que não teve dedicação com força máxima, uma vitória diante da Inter de Limeira era importante para o planejamento do clube no Paulistão. Com os três pontos, o Verdão irão a 19 e ficaria muito perto de encaminhar a classificação em um grupo muito complicado, em que os quatro seguem com chances reais de garantir uma vaga na próxima fase do estadual.

Sem contar que cada ponto somado é um passo para ficar bem na classificação geral e decidir todos os mata-matas em casa. Mas isso tudo pode ter sido colocado em risco, já que depois do Guarani, no próximo domingo, os jogos seguintes são contra São Paulo, Santos, Corinthians e Red Bull Bragantino, que são ou outros quatro favoritos pelo título do Campeonato Paulista de 2022.

Supondo que o Palmeiras ainda não tenha encaminhado as sua classificação até o início dessa maratona, com que pressão a equipe enfrentará esses clássicos em sequência, precisando vencer para não cair na fase de grupos. Claro que o Verdão segue sendo o favorito de sua chave para passar em primeiro, mas há o risco e não precisaria haver essa tensão a esta altura.

Mesmo que a classificação esteja encaminhada, pontos perdidos nesses duelos com os rivais podem acabar definindo os mandos de campo para a semi e para a final. Lembrando que no ano passado, o Alviverde não teve mando nem nas quartas, nem na semi, nem na final, perdendo o título para o São Paulo, no Morumbi. Esses jogos, que parecem "perdíveis" acabam fazendo muita diferença no contexto geral. O empate pode ser lembrado no futuro próximo.

Últimas