Lance Raphael Veiga brilha e Palmeiras vence Fluminense por 2 a 0

Raphael Veiga brilha e Palmeiras vence Fluminense por 2 a 0

Meia marcou dois gols e comandou Verdão para oitava vitória consecutiva na temporada. Flu perdeu segunda seguida no Brasileirão e caí para oitavo

Lance
  • Lance | por Lance

Raphael Veiga foi o destaque da vitória do Palmeiras no Allianz Paruqe

Raphael Veiga foi o destaque da vitória do Palmeiras no Allianz Paruqe

Lance

Em jogo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, Raphael Veiga fez excelente segundo tempo, marcou dois gols e o Palmeiras superou o Fluminense por 2 a 0, no Allianz Parque. A vitória coloca o Verdão na sexta posição do Brasileirão, com 34 pontos. O Tricolor estaciona nos 32 pontos e caí para a oitava posição.

Apesar da volta de Nenê, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, o Flu teve uma importante baixa: o atacante Fred sentiu o tornozelo direito durante o aquecimento e foi retirado da escalação. Felippe Cardoso começou em seu lugar e a faixa de capitão passou para Hudson.

Para esse duelo, o treinador Alviverde, Abel Ferreira, tinha 13 desfalques, sendo Felipe Melo, Wesley, Gabriel Menino e Rony os principais nome fora do confronto.

​O Palmeiras concentrou suas tentativas pelo lado esquerdo, com Gustavo Scarpa tentando cruzamentos e Gabriel Veron nas jogadas individuais. Já os jogadores do Fluminense procuravam o atleta mais criativo da equipe, Nenê, para ajudar no setor ofensivo. Além disso, o Flu tentou explorar a bola parada, ponto forte da equipe.

A melhor oportunidade dos cariocas veio aos 17 minutos. Nenê cobrou falta pela direita. Hudson cabeceou para o meio e Luccas Claro desviou para o gol, mas o zagueiro estava em posição irregular e o lance foi corretamente anulado. O VAR demorou aproximadamente cinco minutos para confirmar a decisão do bandeira.

Aos 43 minutos, veio a resposta dos paulistas. Raphael Veiga lançou Willian. O atacante contou com falha de Luccas Claro, que não afastou a bola, e o atacante acertou um lindo chute pelo lado direito da pequena área. A bola veio com tudo na cara de Muriel que fez ótima defesa, impedindo o gol palmeirense.

Desse momento em diante, o Verdão foi mais incisivo e quase abriu o placar. Scarpa acertou bom chute pela esquerda e novamente Muriel fez boa intervenção,

Logo aos 3 minutos do segundo tempo, Vuaden foi ao monitor checar possível toque de mão de Wellington Silva em chute de Lucas Lima. O árbitro interpretou como falta e deu penalidade máxima ao Palmeiras. Veiga cobrou no lado esquerdo de Muriel, que acertou o canto, mas não evitou o gol.

Com a desvantagem, o Fluminense foi ao ataque e quase empatou. Igor Julião tentou chute cruzado e minutos depois Nenê mandou um voleio para fora.

O jogo ficou mais dinâmico e as equipes encontravam mais espaços. Foi então que Gustavo Scarpa deu bom passe na entrada da área para Veiga. O camisa 23 acertou bonito chute rasteiro, ampliando a vantagem e marcando seu sexto gol no Campeonato Brasileiro.

Precisando de velocidade no ataque, Odair Hellman colocou Luiz Henrique e Marcos Paulo, lançando a equipe carioca ao ataque na tentativa de voltar ao jogo. Felippe Cardoso tentou de cabeça, mas Jaílson espalmou para escanteio. Mesmo com as mudanças, os visitantes chutaram poucas vezes ao gol e saíram do Allianz Parque derrotados por 2 a 0.

PALMEIRAS 2X0 FLUMINENSE

Data: 14 de Novembro de 2020
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden-RS
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi-RS e José Eduardo Calza-RS
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima-RS, Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira-MG e Lucio Beiersdorf Flor-RS

GOLS: Raphael Veiga (duas vezes)

CARTÃO AMARELO: Emerson Santos, Zé Rafael (PAL); Michel Araújo e Wellington Silva (FLU)

PALMEIRAS (Técnico: Abel Ferreira)
Jaílson; Marcos Rocha, Emerson Santos, Renan e Gustavo Scarpa; Patrick de Paula, Raphael Veiga e Zé Rafael (Ramires, 32'/2ºT); Lucas Lima (Mayke,35'/2ºT), Gabriel Veron e Willian (Breno Lopes, 30'/2ºT).

FLUMINENSE (Técnico: Odair Hellman)
Muriel; Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Hudson, Dodi e Nenê (Caio Paulista, 24'/2ºT); Michel Araújo (Marcos Paulo,24'/2ºT) Wellington Silva (Luiz Henrique, 16'/2ºT) e Felippe Cardoso (Lucca, 35'/2°T).

Últimas