Lance Prefeitura de BH autoriza retorno de público aos estádios de futebol

Prefeitura de BH autoriza retorno de público aos estádios de futebol

A capacidade permitida será de 30% de ocupação das arenas e por enquanto os jogos terão torcida única

Lance
Lance

Lance

Lance

Após se reunir com clubes e autoridades de saúde, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) autorizou nesta terça-feira, 27 de julho, a volta do público aos estádios da capital mineira, como mais um passo na flexibilização das atividades na cidade, apesar de ainda haver os cuidados pela pandemia da Covid-19.

O executivo da capital mineira determinou que o limite de público será de 30% da capacidade dos estádios, podendo ter apenas uma torcida, no caso, a do mandante.

Para acessar os jogos o torcedor terá de comprovar que está em dia com a vacina anti-covid, tendo tomado duas duas doses ou uma, no caso do imunizante da Jansen.

Quem apresentar exame RT-PCR ou teste rápido negativo feito num intervalo máximo de 72 horas, também poderá adentrar no Mineirão, ou Independência.

A PBH ainda exigiu que os camarotes deverão ficar fechados; que todos os portões dos estádios devem ficar abertos; a venda de ingressos deverá ser apenas pela internet, com o nome e telefone de todos os compradores sendo fornecidos. Não haverá transporte público especial para levar os torcedores aos jogos.

Venda de bebidas alcoólicas nos estádios não será permitida e será obrigatório o uso da máscara e a manutenção do distanciamento social, com espaçamento entre os torcedores nos assentos das arenas. Não será proibido, mas a presença de grávidas não é recomendada.

A reunião contou com o o prefeito Alexandre Kalil (PSD-MG) os presidentes dos três grandes clubes da capital: Alencar da Silveira Júnior (América-MG), Sérgio Coelho (Atlético-MG) e Sérgio Santos Rodrigues (Cruzeiro), além do secretário de Saúde, Jackson Machado e da secretária municipal de Assuntos Institucionais e Comunicação, Adriana Branco. Representantes da Polícia Militar também participaram da decisão da prefeitura.

Apesar da liberação de BH, os clubes da capital mineira terá de esperar uma posição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que ainda ainda não aprovou o retorno de público.

Já no âmbito internacional, a situação é diferente, pois a Conmebol autorizou a presença de público desde que as cidades-sede tenham autorização das suas autoridades. Assim, a partida entre Atlético-MG x River Plate, que será disputada no dia 18 de agosto, às 21h30, no Mineirão, pelo duelo de volta das quartas de final da Libertadores, pode ter a presença de atleticanos.

A CBF quer testar o retorno de públicos aos estádios a partir de 25 de agosto, nos duelos das quartas de final da Copa do Brasil. Os jogos do Campeonato Brasileiro das Séries A, B, C e D ainda dependem de um novo posicionamento da entidade.

A liberação da volta do público aos estádios em BH só foi possível segundo a PBH, pela queda no número de transmissão por infectado pelo coronavírus. A taxa atual está em 0,91, ou seja: a cada 100 pessoas contaminadas, elas transmitem o vírus para outras 91. Outro dado relevante é a redução na taxa de ocupação de leitos na cidade, na casa dos 57,9% de UTI e de enfermaria (46,5%).

Últimas