Lance Pequim registra recorde de casos de Covid-19 a poucos dias do início das Olimpíadas de Inverno

Pequim registra recorde de casos de Covid-19 a poucos dias do início das Olimpíadas de Inverno

Ao todo 20 novos casos da doença foram registrados, maior número desde junho de 2020, após o início da pandemia. Bolha sanitária criada na cidade é a maior do mundo

Lance
Lance

Lance

Lance

A poucos dias do início dos Jogos Olímpicos de Inverno, que tem sua cerimônia de abertura marcada para a próxima sexta-feira, a cidade de Pequim, na China, registrou o maior número de casos da Covid-19 desde junho de 2020. Ao todo, 20 novos casos foram divulgados pelo governo local no último domingo.

O número é baixo comparado aos 104.012 registrados no Brasil no mesmo dia, mas é um dado alarmante para a realidade chinesa. Diante destes registros, a cidade de Pequim está no meio da maior bolha sanitária já feita no mundo. Atletas, jornalistas e demais envolvidos na cobertura dos Jogos estão proibidos de manter qualquer tipo contato com a população fora da área delimitada.

Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim

Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim

Lance

Bolha sanitária em Pequim é rígida (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)

Na bolha sanitária, 37 pessoas testaram positivo para a Covid-19, mas a maioria dos casos foi identificado ainda na chegada das delegações ao aeroporto. Na comitiva brasileira, apenas Erick Vianna, do bobsled, teve a doença confirmada. Sua estreia está marcada apenas para o dia 14 de fevereiro.

Apesar de a cerimônia oficial das Olimpíadas de Inverno ser apenas na sexta-feira, o primeiro dia de competições será já na quarta-feira, com disputas no curling e também no esqui, modalidade que o Brasil estreia na quinta-feira. Os porta-bandeiras brasileiros serão Edson Bindilatti e Jaqueline Mourão.

Os Jogos Olímpicos de Inverno irão até o dia 20 de fevereiro.

Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim

Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim

Lance

Torre Olímpica, em Pequim (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)

Últimas