Lance Patrick marca no início, Inter vence Sport e se aproxima do G-6

Patrick marca no início, Inter vence Sport e se aproxima do G-6

Com derrota, Leão da Ilha chega ao sexto jogo sem marcar; Colorado não perde há seis partidas

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Mais uma partida movimentou a 20ª rodada do Brasileirão Série A. Jogando na Ilha do Retiro, em Recife, o Sport recebeu o Internacional nesta segunda-feira, 13. Com gol de Patrick no início do duelo, o Colorado saiu com a vitória por 1 a 0.

GOL RELÂMPAGO!

O jogo mal havia começado, e o Internacional conseguiu sair na frente do placar. Aos 3, Lindoso conseguiu fazer uma boa inversão, e Yuri Alberto fez um cruzamento rasteiro de Patrick. O camisa 88, na grande área, e abriu o placar na Ilha do Retiro. O Sport respondeu com Sander, que recebeu na esquerda e arriscou, mandando para fora.

PRESSÃO

Os dois times seguiram em alta intensidade, buscando as chances de perigo a todo momento. Aos 15, o Colorado teve uma boa chegada com Maurício, que arriscou da intermediária. Mailson ficou com a bola. Aos 19, o Leão apareceu com Mikael. O jogador bateu falta de intermediária, mas chutou por cima do gol de Daniel.

TRUNCADO E SEM FINALIZAÇÃO!

Na sequência, a partida ficou mais truncada, com poucas chances reais sendo criadas. Dessa forma, as duas equipes acabavam pecando na parte da finalização. Aos 41, em um das principais chegadas das equipes, o Sport apareceu com André, que recebeu na direita, girou e chuta. A bola, porém, acertou a trave e saiu pela linha de fundo.

Nos minutos iniciais do segundo tempo, os ânimos ficaram bastante animados. Buscando reverter o placar, Yuri Alberto e Patrick tentaram chegar próximo da meta do Leão. No entanto, foram derrubados em ambas as chegadas. Edenílson recebeu de Guerrero na sequência, mas acabou mandando a bola nas mãos do goleiro Maílson.

O Sport conseguiu crescer mais na segunda etapa. Aos 8, Everton Felipe acionou Mikael, que acabou chutando sem direção. Cinco minutos depois, Mikael recebeu em frente à área e arriscou. No entanto, a bola saiu. Como resposta, aos 13, o Inter apareceu com Guerrero, que arriscou em falta, mandando longe do gol.



GOL, MAS NÃO

Após deixar o Sport crescer mais na partida, o Internacional conseguiu controlar novamente as jogadas. Dessa forma, o Colorado cresceu e balançou as redes. Aos 20, Yuri Alberto foi lançado em velocidade, invadiu a área e chutou para o fundo das redes. Contudo, a arbitragem marcou impedimento e anulou o segundo tento da equipe.

A pressão colorada seguiu dando trabalho para a zaga do Leão da Ilha. Assim, aos 28, a equipe visitante conseguiu mais uma chegada de perigo. Patrick acionou Yuri Alberto, que tocou para Guerrero. Na sequência, o peruano acabou chutando em cima de Mailson.

DE OLHO NO EMPATE!

O Sport conseguiu controlar mais os adversários, criando chegadas de perigo. Assim, como resposta, Sander cruzou na cabeça de Mikael, que mandou para baixo. Daniel faz defesa providencial e evitou o empate.

​Aos 36, uma grande oportunidade para o Leão. Buscando a lei do ex, após cruzamento da direita, Tréllez mandou no poste de Daniel, quase deixando tudo igual na Ilha do Retiro.

Nos minutos finais do duelo, os times, que já tinham contado com momentos de pouca produção, se fecharam ainda mais, e a intensidade diminuiu. Dessa maneira, poucas chances foram criadas.

SEM OUTROS GOLS!

Aos 47, Tréllez, mais uma vez, arriscou. No entanto, acabou parando no goleiro Daniel. Guerrero, na sequência, tentou. Mas acabou furando. Sem outras chances, o duelo acabou no 1 a 0, com o Colorado fechando seis jogos sem perder.

FICHA TÉCNICA
Sport 0 x 1 Internacional

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 13/09/2021 - às 20h (de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: Sander, Gustavo Florentín, Hayner, André e Marcão Silva (Sport); Yuri Alberto (Internacional)
Gols: Patrick, aos 3'/1ºT (0-1)

SPORT (Técnico: Gustavo Florentín)
Maílson; Hayner, Sabino (Paulinho Mocelin, aos 0'/2ºT), Rafael Thyere, Chico e Sander; José Welison (Trelléz, aos 33'/2ºT), Marcão Silva e Everton Felipe (Everaldo, aos 25'/2ºT); André (Thiago Neves, aos 14'/2ºT) e Mikael.

INTERNACIONAL (Técnico: Diego Aguirre)
Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, Caio Vidal (Guerrero, aos 0'/2ºT) e Maurício (Johnny, aos 17'/2ºT); Yuri Alberto (Heitor, aos 38'/2ºT).

Últimas