Lance Palmeiras x São Paulo: quem mais gastou na janela de transferências?

Palmeiras x São Paulo: quem mais gastou na janela de transferências?

As equipes tiveram comportamentos diferentes nesta janela

Lance
Lance

Lance

Lance

Palmeiras e São Paulo se encontram no domingo (4), pela Supercopa. Mas o comportamento das duas equipes nesta janela de transferências foi completamente diferente. Mas afinal, que time gastou mais com contratações?

O Palmeiras manteve uma postura muito mais conservadora, algo que foi alvo de críticas da torcida. Como reforços, trouxe Aníbal Moreno (volante), Bruno Rodrigues (atacante) e Caio Paulista (lateral-esquerdo).

A transferência de Aníbal custou US$ 7 milhões (R$ 34,4 milhões) fixos, além de mais US$ 1 milhão (R$ 4,9 milhões) em bônus. Já Bruno Rodrigues custou € 4,6 milhões (R$ 24,6 milhões na cotação atual) por 80% dos direitos econômicos. Caio Paulista, que inclusive estava emprestado ao São Paulo, custou R$ 20 milhões.

➡️ Acompanhe os negócios no esporte em nosso canal. Siga o Lance! Biz no WhatsApp

O São Paulo trouxe um número maior de reforços para a temporada. Entre eles, Erick (atacante), Luiz Gustavo (volante), Damián Bobadilla (volante), Nikão (atacante) e Ferreirinha (atacante).

Erick chegou sem custos, uma vez que tinha contrato pré-assinado com o São Paulo desde a metade de 2023. Luiz Gustavo também estava sem clube. Nikão retornou de empréstimo, então o único custo que o Tricolor teve foi em 2022, quando pagou cerca de R$ 10 milhões ao Athletico-PR, mas neste ano, não gastou nada. Bobadilla custou US$ 2 milhões (cerca de R$ 9,7 milhões) por 60% dos direitos econômicos. E por fim, Ferreirinha - que pertencia ao Grêmio -, foi comprado por R$ 22 milhões.

Ou seja, o Palmeiras gastou R$ 83,9 milhões - incluindo o bônus de Aníbal. O Tricolor gastou menos que metade: R$ 31,7 milhões, mesmo contratando bem mais.

Últimas