Lance Organização veta presença de torcedores do exterior nas Olimpíadas de Tóquio

Organização veta presença de torcedores do exterior nas Olimpíadas de Tóquio

Apenas japoneses e estrangeiros residentes no Japão poderão adquirir ingressos para acompanhar as competições nas arenas

Lance
Lance

Lance

Lance

Tornou-se oficial o que já era esperado: torcedores residentes no exterior não serão permitidos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020. Uma reunião entre o Comitê Organizador, os Comitês Olímpico Internacional (COI) e Paralímpico Internacional (IPC) e governantes japoneses definiu que apenas japoneses e estrangeiros residentes no país poderão adquirir ingressos para acompanhar as competições nas arenas.

O presidente do COI, Thomas Bach, o presidente do IPC, o brasileiro Andrew Parsons, a presidente do Comitê Organizador, Seiko Hashimoto, a governadora de Tóquio Yuriko Koike e a Ministra Olímpica Tamayo Marukawa participaram da reunião. A decisão partiu das partes japonesas e foi aceita pelos demais dirigentes.

- No momento a situação da Covid no Japão e em muitos outros países é muito desafiadora. Há restrições globais. As partes do lado japonês não poderiam garantir a entrada de torcedores do exterior sem afetar a segurança dos Jogos para os participantes e para o povo japonês. O COI e o IPC mostraram respeito e aceitaram esta conclusão. Estes Jogos serão completamente diferentes dos outros, mas a essência será a mesma, com os atletas dando o melhor e inspirando o mundo - disse Hashimoto, em coletiva de imprensa.

O Comitê Organizador confirmou que cerca de 600 mil ingressos haviam sido vendidos para as Olimpíadas e 30 mil para as Paralimpíadas para estrangeiros. Todos serão reembolsados, mas não foram divulgados ainda detalhes sobre o processo. A organização disse que só divulgará o impacto financeiro da medida após a definição da capacidade das arenas, que também deve acarretar em devolução de ingressos destinados ao público doméstico.

- Haverá uma queda de receitas, isso é muito claro. Quando decidirmos na capacidade das venues também haverá um impacto, então ainda estamos no início dessa análise. Quando tivermos a figura geral vamos ter uma noção do impacto total - disse o CEO do Comitê Organizador, Toshiro Muto.

O caso dos voluntários será debatido em um outro momento. Estima-se que haja 8 mil voluntários do exterior, e a maioria deve ser barrada seguindo a mesma premissa. Mas é possível que haja exceções para aqueles com conhecimento específico em idiomas de minorias, por exemplo. Jornalistas estrangeiros credenciados terão entrada autorizada desde que cumpram os protocolos de segurança.

Últimas