Lance Nota oficial do Ceará fala em tom de pedido de desculpas

Nota oficial do Ceará fala em tom de pedido de desculpas

Clube frisou necessidade de evacuação após briga entre torcedores e policiais em setor da Arena Castelão 

Lance
Lance

Lance

Lance

No primeiro pronunciamento oficial do Ceará a respeito dos eventos ocorridos na partida contra o Cuiabá, no último domingo (16), pelo Brasileirão, o tom utilizado pelo clube de Porangabussu foi um misto de esclarecimento com um pedido de desculpas.

>Tradicional estádio brasileiro vive situação de abandono

Destacando a briga entre torcedores em um dos setores da Arena Castelão como elemento motivador da invasão de torcedores em forma de evacuação do estádio, o Ceará evitou comentar em maiores detalhes os relatos de tentativa de agressão a atletas e comissão de arbitragem.

Além disso, o Vozão pontuou o auxilio no atendimento a feridos, reforçou o compromisso de colaboração com as autoridades na investigação dos responsáveis pela confusão e pediu desculpas aos demais torcedores.

VEJA A NOTA OFICIAL DO CEARÁ NA ÍNTEGRA

O Ceará Sporting Club lamenta e repudia veementemente os fatos ocorridos na partida entre Ceará contra o Cuiabá, válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em razão de uma confusão em um dos setores da Arena Castelão houve a necessidade de evacuação de uma parte da torcida por motivos de segurança e decisão técnica da Polícia Militar.

O clube informa, ainda, que deu todo o suporte ambulatorial aos torcedores, não contabilizando casos graves de feridos, bem como, junto aos órgãos de Segurança Pública, está adotando providências para identificar e punir os envolvidos causadores dos atos reprováveis.

Aos nossos torcedores, nossa solidariedade e um pedido de sinceras desculpas. Reforçamos nosso compromisso em manter nossas praças esportivas como ambientes seguros às famílias, entendendo que o futebol é movido à paixão, mas é um mecanismo essencial de inclusão, confraternização e entretenimento. Sempre lutaremos pela paz, dentro e fora dos estádios.

Últimas