Lance Mudanças no departamento de futebol viram pauta no Inter

Mudanças no departamento de futebol viram pauta no Inter

Avaliação de momento seria de necessidade de troca tanto para melhora de desempenho como também alívio da pressão vinda de diferentes setores

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A sequência de resultados ruins tanto recente como no acumulado da temporada podem ter consequências mais profundas na estrutura administrativa do Internacional de acordo com informação publicada pelo portal 'ge'.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

As funções exercidas pelo vice-presidente de futebol, João Patrício Herrmann, e do executivo de futebol, Paulo Bracks, tem sido amplamente questionadas não apenas em protestos da torcida, mas também pelas duas alas políticas do Colorado referentes a situação e oposição.

No caso de Herrmann, que tem ligação histórica com o clube sendo filho do ex-presidente campeão do Brasileirão de 1975, Eraldo Herrmann, sua postura mais firme e de posicionamento marcante não tem agradado no sentido de promover maior diálogo.

Com isso, aliado a forte turbulência dentro das quatro linhas, sua gestão patrece estar ameaçada onde outros integrantes da alta cúpula estudam qual seria a melhor estratégia de atitude: convencer o próprio dirigente a abdicar do cargo (ago considerado pouco provável pela personalidade de João Patrício) ou encontrar uma maneira de afastá-lo da função via Conselho de Gestão.

Por sua vez, a principal reclamação direcionada a Paulo Bracks se dá por conta do ritmo menos acelerado para acertar contratações que possam dar mais alternativas ao técnico Diego Aguirre.

Todavia, em seu caso específico, ele é visto como sendo afetado pela postura mais conservadora de dirigentes acima de sua alçada, algo que diminui suas chances de deixar o cargo após oito meses de trabalho.

Últimas