Ministra de Esportes do Chile e Conmebol confirmam final da Libertadores em Santiago

Cecília Pérez confirmou que o governo chileno apoia a realização da decisão no país e minutos depois, a Conmebol, através das redes sociais, reiterou as palavras da ministra

Lance

Lance

Lance

Apesar dos protestos populares e dos recentes eventos cancelados no Chile, a final da Libertadores está mantida para o Estádio Nacional, no dia 23 de novembro. Cecília Pérez, ministra de esportes do país, afirmou, em coletiva de imprensa, que o governo apoia a realização da decisão do campeonato no país, entre Flamengo e River Plate.

- O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O futebol pode ser uma boa chance para unir - afirmou a ministra.

Nesta terça-feira, o presidente do Chile, Sebastian Piñero, anunciou o cancelamento do Fórum de Cooperação Asia-Pacífico (APEC) e da conferência do clima da ONU (COP-25). No entanto, mesmo com os cancelamentos, a Conmebol não mudou a posição com relação ao local e reafirmou o compromisso de realizar a decisão em Santiago.