Lance Mbappé tira de letra a responsabilidade de comandar a França sem Benzema

Mbappé tira de letra a responsabilidade de comandar a França sem Benzema

Craque do PSG faz gol que o deixa no Top 10 de maiores artilheiros da seleção de seu país e lidera estatísticas contra a Austrália, na estreia na Copa do Mundo do Qatar

Lance
Lance

Lance

Lance

Na ausência de Karim Benzema, a responsabilidade de comandar a França, atual campeã do mundo, ficou "nos ombros" de Kylian Mbappé. E, na vitória sobre a Austrália, o atacante mostrou que tirou de letra, literalmente, já que o astro usou o recurso algumas vezes. Leve, foi quem chamou o jogo, mesmo quando os Bleus estavam perdendo, e participou diretamente de três gols da vitória por 4 a 1, na abertura do Grupo D da Copa do Mundo.

O camisa 10 foi o líder em dribles (5), finalizações (6) e cruzamentos (16) da partida, por exemplo. Por outro lado, Mbappé, de 23 anos, foi quem mais perdeu a posse de bola (16), mas isso também mostra como o atacante procurou sempre participar do jogo e foi acionado.

PRIMEIRA MARCA ALCANÇADA PELO ASTRO

Com o gol marcado sobre a Austrália - o seu quinto em oito partidas de Copa do Mundo -, Kylian Mbappé alcançou a primeira de muitas marcas viáveis ao longo deste torneio. Entrou para o Top 10 de maiores artilheiros da seleção francesa de todos os tempos.

O craque chegou aos 29 gols pelos Les Bleus, em 60 jogos desde março de 2017. Os líderes da estatística são Giroud e Henry, ambos com 51 bolas na rede dos adversários.

Outros grandes jogadores que figuram entre os 10 maiores goleadores são: Griezmann (42), Platini (41), Benzema (37), Trezeguet (34), Zidane (31), Just Fontaine e Jean Pierre Papin (30).

Últimas