Mattos explica que interesse em ter Lucas Veríssimo no Galo é passado

O diretor de futebol também comentou que a prioridade do clube mineiro é focar em superar a parada do futebol devido a pandemia de coronavírus

Lance

Lance

Lance

O Atlético-MG tem sido muito citado no noticiário como possível comprador de novos atletas para reforçar a equipe de Jorge Sampaoli. Um dos nomes citados, o zagueiro Lucas Veríssimo, do Santos, realmente esteve na mira atleticana, mas o diretor de futebol do Galo, Alexandre Mattos, falou sobre o interesse do Galo no jogador, de 24 anos.

-Eu prefiro não falar números porque é uma situação interna de clubes, e isso só atrapalha e aumenta. Eu acho que no momento isso ficou para trás. Foi logo na minha chegada, ainda não tinha paralisação. Nós fizemos o correto que era pensar em uma opção de compra, mas as coisas não caminharam. O presidente do Santos e seus diretores disseram que ele era inegociável-disse em entrevista ao FOX Sports.

O intuito do Galo em buscar a contratação de Veríssimo era repor a saída de Iago Maidana, que foi emprestado para o Sport. O zagueiro foi um pedido de Sampaoli, que trabalhou com o jogador no Peixe em 2019.

Sabendo do interesse do Galo, Lucas Veríssimo se manifestou publicamente e pediu mais valorização no Santos, dando um recado que gostaria de receber um aumento salarial. O defensor tem contrato com o time paulista até o meio de 2022.

A relação entre Atlético-MG e Santos não anda muito amistosa, pois o time mineiro tentou buscar no Peixe o meia Soteldo, oferecendo R$ 51 milhões para contratá-lo. José Carlos Peres, presidente santista, disse ter ficado indiganado com o interesse atleticano.

Outra celeuma entre os clubes são supostas ligações de Jorge Sampaoli para jogadores do alvinegro praiano. José Carlos Peres contou que o treinador do Galo procurou os atletas do Peixe em diversas ocasiões.

Com as devidas explicações sobre a quase negociação com Lucas Veríssimo , Alexandre Mattos focou falar como o clube irá passar nesta parada do esporte, devido a pandemia de coronavírus.


-Hoje, na nossa cabeça, nós temos que entender como vamos passar por essa crise e não sair comprando jogador. Isso é até uma incoerência. O Atlético acabou de abaixar o salário de seus funcionários pelo momento que nós vivemos, então nós temos que ter a coerência de deixar a poeira abaixar e para ver o que nós podemos conseguir de maneira criativa no mercado posteriormente-concluiu.