Mais uma: Etapa de Tóquio da Copa do Mundo de Ginástica é cancelada

Competição seria realizada em 4 e 5 de abril e funcionaria como evento-teste para os Jogos Olímpicos 2020. Em virtude do coronavírus, decisão foi da Associação de Ginástica do Japão

Lance

Lance

Lance

Apesar da decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI) de prosseguir com o calendário de preparação para os Jogos Olímpicos 2020, a Associação de Ginástica do Japão cancelou a etapa de Tóquio, que seria realizada nos dias 4 e 5 de abril, no Centro de Ginásticas de Ariake. De acordo com os organizadores, a competição seria um evento-testes para a Olimpíada, que permanece programada para 24 de julho, apesar da pressão do mundo do esporte, em virtude do surto global de coronavírus.

Com o mundo em quarentena diante de uma pandemia, a organização dos Jogos afirma que ainda irá definir como serão feitos os testes no Centro de Ginásticas de Ariake, que foi construído para ser o palco da modalidade nas Olimpíadas. No comunicado oficial, a questão da segurança foi destacada e a nova data será definida em conjunto com o COI e a Federação Internacional de Ginástica.

- Depois de confirmar que é seguro para ser feito, a organização de Tóquio 2020 vai realizar um teste operacional em uma data possível em consulta com o Comitê Olímpico Internacional (COI), Federação Internacional de Ginástica e outras organizações relevantes para determinar como serão os testes. Vamos continuar em estreita de colaboração com todas as organizações para preparar e entregar umas Olimpíadas de 2020 de forma segura - afirmou.

A decisão afeta a preparação dos atletas e é mais uma modalidade que cancela suas atividades perante ao surto do COVID-19. Com isso, a USA Gymnastics também estendeu o cancelamento de todos os eventos e sancionou as reuniões até 10 de maio, o que reflete diretamente nos treinamentos da quatro vezes medalhista de ouro olímpico, Simone Biles.

A atleta, de 23 anos, postou em sua rede social um pedido de donativos à Athletes for Relief (organização sem fins lucrativos locais), que visa ajudar nas áreas identificadas como tendo alto número de indivíduos afetados e com as populações mais vulneráveis ​​ao COVID-19. Com a doação, o cidadão será inscrito para ganhar recordações assinadas por seu jogador favorito na luta contra o coronavírus.