Mais Esportes Djokovic comemora decisão de juiz e se diz focado no Australian Open

Djokovic comemora decisão de juiz e se diz focado no Australian Open

Número 1 já fez o primeiro treino depois que a Justiça australiana deu razão a sua apelação. "Quero ficar e tentar competir", disse

Lance
Djokovic se diz focado no Aberto da Austrália após vencer na Justiça

Djokovic se diz focado no Aberto da Austrália após vencer na Justiça

Lance

Número 1 do mundo, Novak Djokovic teceu suas primeiras considerações após a decisão favorável do juiz que determinou a autorização do seu visto de entrada na Austrália para poder disputar o Australian Open.

A primeira coisa que o número 1 do mundo fez na noite desta segunda (10) foi ir à quadra em Melbourne Park para treinar. Ele ficou preso no hotel de refugiados desde a madrugada de quinta-feira aguardando o julgamento.

"Estou satisfeito e grato ao juiz que anulou o cancelamento do meu visto. Apesar de tudo o que aconteceu, quero ficar e tentar competir no Australian Open. Continuo focado nisso. Eu voei até aqui para jogar em um dos eventos mais importantes que temos diante de fãs incríveis", disse o sérvio.

A apelação de Novak Djokovic à Justiça australiana após ter sido barrado na sua chegada a Melbourne deu certo. Em audiência realizada nesta segunda-feira (10), o sérvio ganhou, com a decisão do juiz federal Anthony Kelly, o direito de entrar no país e disputar o Aberto da Austrália. Ele considerou a decisão de barrar o tenista "irracional".

O juiz ordenou que Djokovic fosse libertado em 30 minutos e que seu passaporte e outros documentos pessoais fossem devolvidos a ele, reacendendo a determinação do número 1 do mundo de ganhar o 21º título de Grand Slam, recorde, no próximo Aberto da Austrália.

Barrado na Austrália e contra a vacinação: as polêmicas de Djokovic

Últimas