Justiça cassa liminar e tira Cruzeiro do Profut. Clube pretende recorrer

Clube Mineiro informou sua exclusão do programa, mas que já trabalha para recorrer da decisão judicial. Dívida com tributos chega a quase R$ 300 milhões

Sede do Cruzeiro em Belo Horizonte

Sede do Cruzeiro em Belo Horizonte

Lance

O Cruzeiro divulgou nota comunicando que houve revogação da liminar que permitia o clube de continuar no Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro), do Governo Federal, para refinanciamento de tributos de entidades esportivas.

A Raposa havia conseguido a reinserção no programa em abril via liminar, que foi cassada neste sábado. Porém, o clube mineiro ainda poderá recorrer da decisão.

O Cruzeiro perdeu o direito de participar do programa no início de 2020, após a antiga gestão, comandada por Wagner Pires de Sá, atrasar seis parcelas de destinadas ao financiamento do débito fiscal. O time celeste deve, segundo a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, R$ 294.310.527,98, sendo R$ 284.066.529,70 referentes a tributos e R$ 10.243.998,28 em INSS não recolhidos.

Quando conseguiu a liminar para voltar ao programa, em abril, o clube apurou tudo que foi pago em impostos nos últimos 27 anos, constatando segundo a defesa celeste, que havia pago mais do que realmente devia, ou seja: gerando crédito para o Cruzeiro, o que daria o direito de manter o clube no Profut.

Confira a nota oficial divulgada pelo Cruzeiro

"O Cruzeiro Esporte Clube confirma ter ciência da sentença que revoga a liminar, antes deferida, para julgar improcedente o pedido de retorno ao parcelamento do PROFUT.

Não obstante a gestão temerária pela qual passou o Clube recentemente – o que acabou, dentre muitas nefastas consequências, levando ao afastamento da entidade do PROFUT – o novo Cruzeiro acredita, com o devido respeito à decisão, que seu pedido judicial se apoia em argumentos sólidos.

O setor jurídico do Clube, neste caso representado pelo Dr. João Paulo Fanucchi de Almeida Melo, já trabalha no recurso cabível e ressalta, mais uma vez, confiança no êxito da ação.

Levando-se em conta o compromisso com a transparência pregado pela nova gestão, o Cruzeiro informa que as dúvidas e detalhes envolvendo o caso serão tratados na próxima semana, através de uma entrevista coletiva que será anunciada posteriormente nos canais oficiais do Clube."

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Ex-noiva de Deyverson desabafa: 'Ele não me respeitou como mulher'