Jucilei explica negociação frustrada e diz: 'Vasco tinha que me agradecer'

Volante de 31 anos foi liberado pelo São Paulo para fechar com o Vasco, mas a negociação melou: 'Os caras não me contrataram porque não têm dinheiro'

Lance

Lance

Lance

Após ser liberado para fechar por empréstimo com o Vasco, Jucilei avisou ao São Paulo que sua negociação naufragou. O volante de 31 anos disse em entrevista ao "Jornal O Dia" que o clube carioca desistiu porque não conseguiria pagar seu salário e que deveria agradecê-lo por ter se disponibilizado a jogar lá.

- Se nada acontecer até quinta, eu volto para o São Paulo. Eu tenho dois anos de contrato com o São Paulo ainda. Eu queria jogar no Rio para ficar perto da família. O Vasco tinha que me agradecer porque me disponibilizei a jogar lá. A situação que se encontra o clube hoje, o Vasco tinha que me agradecer - disse.

Jucilei não treina no São Paulo desde a semana passada e estava no Rio para finalizar as conversas com o Vasco e passar pelos exames médicos, que acabaram não sendo feitos. Embora o diretor de futebol cruz-maltino, André Mazzuco, tenha dito que não havia uma negociação, o jogador confirmou que as conversas foram justamente com ele.

- Não falei com Abel Braga. Eu estava conversando com Mazzuco. Ele ligou para o diretor do São Paulo e estavam conversando. Tudo estava encaminhado e parecia que ia dar certo. Eu estava animado porque jogaria no Rio. Eu estou no Rio e vim na intenção de fechar. Mas o Vasco avisou que não consegue pagar o salário.

- Ainda não estava fechado. Esperávamos o aval para fazer os exames médicos. O que aconteceu foi a situação salarial. Não teve nada de problema médico. Eu sou do Rio, de Niterói, e queria jogar no Rio. A questão é que eles (Vasco) não têm condições de pagar o meu salário. O meu salário é alto porque conquistei no campo. Não conquistei isso através de esquema, nem nada. Não tive lesão, nem nada. Os caras não me contrataram porque não têm dinheiro. A verdade é essa.

São Paulo e Vasco tinham encaminhado um acordo para que os cariocas arcassem com aproximadamente metade do salário de Jucilei, que não está nos planos do Tricolor para 2020. A saída dele é vista com bons olhos para enxugar a folha salarial. Ele agora analisa outras possibilidades - há dois clubes do futebol asiático interessados.