Lance Jorge Zarif vence última competição antes das regatas da Olimpíada

Jorge Zarif vence última competição antes das regatas da Olimpíada

Representante do Brasil na clase Finn nos Jogos de Tóquio ganhou o Campeonato Sudeste Brasileiro disputado no Yacht Club Paulista, em São Paulo

Lance
Lance

Lance

Lance

O velejador Jorge Zarif foi o vencedor do Campeonato Sudeste Brasileiro e Troféu Homenagem aos Campeões da Classe Finn, sua última competição antes do embarque para a Olimpíada de Tóquio 2020. Na raia do Yacht Club Paulista, em São Paulo, Jorginho ganhou quatro das cinco regatas disputadas entre sexta-feira e domingo. A medalha de prata ficou com Ricardo Santos e o bronze para Pedro Ludovici. O campeonato teve ao todo 17 competidores na Represa do Guarapiranga.

O atleta paulista embarca para o Japão no próximo domingo para a disputa do principal evento da modalidade. Durante a semana, o campeão mundial de 2013 fará treinos na capital paulista ao lado do técnico Alexandre Paradeda.

Jorge Zarif agradeceu os velejadores que estiveram com ele em mais um ciclo olímpico, que pode ser o último da classe Finn na história dos Jogos Olímpicos, categoria que está desde 1952.

- Era para ser um campeonato normal, mas organizaram essa despedida bacana em forma de homenagem. Fico feliz de reunir todos. Não sei se volto a correr de Finn após a Olimpíada, então pode ter sido meu último evento na categoria no Brasil. É muito bacana estar com os amigos que estão comigo desde que cheguei na Finn antes de embarcar, vamos ter uma rotina muito restrita em Tóquio - disse Zarif,,,,, nas dependências do Yacht Club Paulista.

A estreia na raia de Enoshima será no dia 27 de julho. A classe Finn terá ao todo 19 participantes na Olimpíada e a medal race - regata da medalha - será em 3 de agosto. Jorge ficou em quarto na Rio-2016 e vai para sua terceira Olimpíada, ou quarta, já que esteve como reserva em Pequim-2008 com apenas 15 anos.

- Chegando em Tóquio vamos fazer alguns ajustes finais no barco, mas nada muito grande. Vamos tentar manter a concentração e a calma. Vamos com tudo.

Campeão mundial em 2013, Zarif é um dos maiores nomes da história da classe Finn no país, que já teve velejadores como Jörg Bruder (Tóquio 64, e México 68 de Finn e Munique 72 na Star) e Guga Zarif (Los Angeles 84 e Seoul 88), pai de Jorginho, defendendo a cores do Brasil nos Jogos Olímpicos.

Amigos desejam boa sorte

Desde que começou a correr de Finn ainda adolescente, Zarif já era destaque por resultados. Apoiado pelo pai, Guga Zarif, o garoto de 15 anos foi o reserva da categoria em Pequim 2008, já chamando atenção pelo talento e porte físico.

A partir daí praticamente dominou o cenário da Finn ganhando os campeonatos nacionais e regionais. O boom foi em 2003 com o título mundial Jr. e Sênior seguidos, fato que o colocou entre os maiores da história da modalidade.

- O Jorginho está super preparado fisicamente e na velejada. É um grande nome para representar o Brasil e trazer uma medalha. Ele está muito bem apesar da pandemia. Desejo boa sorte e força - contou o velejador e amigo Robert Rittcher.

- Grande privilégio estar aqui essa semana velejando com o Jorginho antes de Tóquio. Corri com o pai dele (Guga Zarif) e acompanhei essa evolução. Estou muito confiante para a Olimpíada - disse o veterano Luis Borba.

Organizadora do evento com o Yacht Club Paulista, Paola Prada desejou bons ventos ao jovem velejador brasileiro, que sempre frequentou as dependências do clube.

- É uma grande honra para o Yacht Club Paulista, que tem história na classe Finn, desde Jörg Bruder . Agradeço ao Jorginho por escolher o nosso clube para essa despedida.

Últimas