Lance Intérprete de 'Explode Coração', música adotada pelo Flamengo, morre aos 66 anos

Intérprete de 'Explode Coração', música adotada pelo Flamengo, morre aos 66 anos

Além do rubro-negro carioca, Fluminense e Athletico-PR também cantam o samba nos jogos

Lance
Lance

Lance

Lance

O cantor Quinho do Salgueiro morreu na quarta-feira (3) vítima de um câncer, contra o qual lutava havia alguns anos. Melquisedeque Marins Marques foi um dos grandes nomes da história do carnaval carioca. O intérprete deu voz, entre muitos sambas, ao famoso "Peguei um ita no Norte" ou "Explode Coração", que embalou as torcidas de diversos clubes pelo Brasil.

O puxador do Salgueiro estava internado no Hospital Evandro Freire, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. A causa da morte foi uma parada respiratória.

➡️ Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

O samba foi campeão com o Salgueiro no ano de 1993 e até hoje é cantado em rodas de samba e blocos do Rio de Janeiro. O sucesso foi tamanho que torcidas como a do Flamengo, Fluminense e Athletico-PR adotaram a música e adaptaram para apoiar seus times.

- Explode coração, na maior felicidade. É lindo ver o Mengão contagiando essa torcida, essa cidade - música do Flamengo.

- Explode coração, na maior felicidade. É lindo o meu Fluzão, contagiando e sacudindo essa cidade - música do Fluminense.

- Explode coração, na maior felicidade. É lindo o Rubro-Negro, contagiando e sacudindo essa cidade! - música do Athletico-PR.

Apesar do samba interpretado e escrito por Quinho ter se popularizado na torcida da dupla Fla-Flu, o puxador carioca tinha o coração Alvinegro. Quinho era torcedor assíduo do Botafogo e nunca escondeu seu sentimento.

O clube carioca, inclusive, fez um pronunciamento lamentando a morte do intérprete.

Últimas