Lance Governo espanhol investiga possível entrada ilegal de Djokovic no país

Governo espanhol investiga possível entrada ilegal de Djokovic no país

Governo espanhol investiga possível entrada ilegal de Djokovic no país

Lance

Em reportagem especial, a rádio espanhola Cadena Cope trouxe à tona informação de que o governo espanhol por meio de seus Ministérios da Imigração e do Interior estão investigando a entrada de Novak Djokovic no país.

As informações são de que Djokovic entrou na Espanha em 31 de dezembro de 2021, na cidade de Marbella, na província da Andaluzia, e ali permaneceu também ao menos entre os dias 2 e 3 de janeiro.

No mesmo dia 31 de dezembro, um vídeo do sérvio treinando na academia de tênis do ex-duplista Dan Kiernan, na cidade de Sotogrande, também na Andaluzia, vazou nas redes sociais.

Em razão da pandemia, mesmo tendo o tratado de fronteiras facilitadas junto à Sérvia e outros países através do Espaço Schengen, a Espanha criou as próprias regras para a entrada de estrangeiros no país, que incluem ter vacinação completa e cumprirem um dos 10 requisitos profissionais e sociais descritos na lei.

Djokovic enquadra-se especificamente na regra que trata de 'trabalhadores altamente qualificados e atletas profissionais". A entrada no país fica autorizada apenas em caso de competição esportiva, o que não foi o caso da viagem de Djokovic que foi ao país treinar.

Para além disso, em 16 de setembro foi determinada as regras para a entrada de qualquer cidadão residente da Sérvia, que buscassem ir à Espanha, a determinação ainda está vigente e exige vacinação completa contra a COVID-19, com a segunda dose tomada a pelo menos 14 dias antes da viagem. Casos de exceções clínicas comprovadas ou idas emergenciais, precisavam ser aprovadas previamente com o governo espanhol, através da embaixada da Espanha em Belgrado.

Segundo apurou a Cope questionou o Ministério das Relações Exteriores, Saúde e Interior se Djokovic entrou legalmente no país e não obteve resposta, pois as autoridades ainda estão verificando o caso. O Ministério do Interior confirmou que pediu a Polícia que investigue a situação. Já o Ministério da Imigração apenas confirmou que Djokovic não fez nenhuma solicitação especial à embaixada espanhola em Belgrado.

Últimas