Lance Goleiro do Goiás denuncia autor de fake news que o acusa de envolvimento em casos de manipulação: 'Agora se explique com a Justiça'

Goleiro do Goiás denuncia autor de fake news que o acusa de envolvimento em casos de manipulação: 'Agora se explique com a Justiça'

Nome de Tadeu nunca foi citado na Operação Penalidade Máxima II, que investiga um esquema de apostas no futebol brasileiro

Lance

O goleiro Tadeu, do Goiás, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra o autor de uma publicação que o acusava de estar envolvido no escândalo de manipulação de apostas no futebol, nesta quarta-feira. Em nota publicada nas redes sociais, o atleta disse que sempre "prezou pela honestidade" e chamou os responsáveis pelo compartilhamento da notícia falsa de "irresponsáveis e mal intencionados".

- Juntamente com o corpo jurídico do Goiás, já tomamos as medidas cabíveis para que os responsáveis por essa atitude irresponsável e mal intencionada venham a pagar pelos seus atos - escreveu.

+ Quais jogadores já foram afastados por clubes após investigação sobre manipulação

A publicação em questão afirmava que Tadeu estaria envolvido em quatro partidas manipuladas e dizia que conversas do goleiro tinham sido vazadas. O nome do atleta nunca foi citado na investigação do Ministério Público de Goiás sobre a manipulação de apostas esportivas.

O goleiro do time goiano ainda publicou uma foto segurando a cópia do B.O. prestado e mandou mais um recado ao autor da fake news.

- Boletim de Ocorrência feito. Se acha que pode fazer e falar o que quer na internet, então que agora se explique com a Justiça! - compartilhou Tadeu.

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

Veja abaixo a nota publicada pelo goleiro na íntegra.

"Venho, por meio desta nota, repudiar as informações veiculadas em alguns perfis de redes sociais que colocam o meu nome vinculado aos esquemas de apostas esportivas.

Tanto em minha vida pessoal como em minha carreira como atleta profissional, prezo pela lealdade, honestidade, transparência, respeito com o próximo e, principalmente, com a instituição que eu defendo e o seu principal patrimônio que é o torcedor.

Juntamente com o corpo jurídico do Goiás, já tomamos as medidas cabíveis para que os responsáveis por essa atitude irresponsável e mal intencionada venham a pagar pelos seus atos."

Últimas