Lance Galiotte exalta Felipe Melo, mas discorda de renovação por dois anos: ‘Eu não faria’

Galiotte exalta Felipe Melo, mas discorda de renovação por dois anos: ‘Eu não faria’

Presidente alviverde fica no cargo até o próximo dia 15 de dezembro

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Depois de seis anos como presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte deixará o cargo no próximo dia 15 de dezembro deste ano para que Leila Pereira, eleita em 20 de novembro, assuma o posto. A duas semanas do fim de seu mandato, o mandatário alviverde ainda não conta com uma definição sobre a permanência de Felipe Melo para 2022 e afirma que deixará a decisão para a próxima gestão.

Questionado sobre sua preferência caso continuasse à frente do Verdão na próxima temporada, Galiotte relembrou uma conversa que teve com o volante no meio deste ano e afirmou que não concorda com a extensão contratual por mais duas temporadas

– A minha conversa com o Felipe na metade do ano foi para analisarmos esse desejo de mais dois anos de contrato que ele tem. Eu preciso refletir sobre todos os aspectos e não posso tomar essa decisão pelo lado emocional diante de um jogador extraordinário que ele é. Na minha opinião, eu não renovaria por dois anos – afirmou o presidente em entrevista ao programa “De Placa”, da TNT Sports.

Desde 2017 no Palmeiras, Felipe Melo já conquistou cinco títulos: Brasileirão 2018, Copa do Brasil 2020, Paulistão 2020 e Libertadores 2020 e 2021. A exemplo da conquista sul-americana do último sábado (27), diante do Flamengo, o camisa 30 sempre assumiu um papel de liderança dentro do grupo, seja dentro ou fora de campo.

Galiotte exaltou a importância do jogador desde a sua chegada ao clube, mas que é preciso analisar a situação devidamente antes de tomar uma decisão sobre a renovação.

– O Felipe é um ídolo e um grande jogador. Por muitas vezes, foi fundamental dentro e fora de campo. Sabemos reconhecer isso. Porém, como administrador, existem situações que temos que saber analisar muito bem. Ele deixou claro para o clube o desejo de continuar e que quer uma renovação por dois anos. Ele tem 38 anos e vai fazer 39 no ano que vem, então são coisas que temos que levar em conta antes de tomar essa decisão – pontuou.

Durante toda a sua gestão no Palestra, Maurício Galiotte teve a parceria de Leila Pereira, seja como patrocinadora ou conselheira, alguns anos depois. O presidente projetou a sequência da empresária no clube nos próximos anos e deixou claro que a expectativa é positiva.

– A Leila esteve no Palmeiras no últimos sete anos. Desde que a Crefisa chegou, a Leila e o Zé Roberto (marido e dono da Crefisa) sempre tiveram a intenção de ajudar o clube e torná-lo vencedor. Eles chegaram no mesmo período da inauguração do Allianz e aquilo foi um divisor de águas para o Palmeiras. A Leila tem uma vontade muito grande de vencer e fazer o Palmeiras ser vencedor. Vejo a gestão dela com muito otimismo. É uma pessoas que já contribuiu demais e que demonstra uma vontade enorme de continuar ajudando o time a ser vencedor – finalizou.

Com mais de 80% dos votos válidos, Leila Pereira foi eleita presidente do Palmeiras para os próximos três anos e assumirá o cargo no próximo dia 15 de dezembro. Já no cargo, a credora do Alviverde terá a chance de conquistar o primeiro título de sua gestão no Mundial de Clubes, que será disputado em fevereiro de 2022, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Últimas