Lance FOX Sports transmite Bahia x Ceará pela final da Copa do Nordeste, e João Guilherme aponta expectativas

FOX Sports transmite Bahia x Ceará pela final da Copa do Nordeste, e João Guilherme aponta expectativas

Narrador esportivo estará presente na decisão da principal competição regional do Brasil e analisou a situação das duas equipes na temporada

Lance
Lance

Lance

Lance

No próximo sábado, às 16h, Bahia e Ceará se enfrentam pela primeira partida da final da Copa do Nordeste. Com transmissão do Fox Sports, a decisão do maior torneio regional do Brasil contará com narração de João Guilherme e comentários de Osvaldo Pascoal, Elton Serra e Renata Ruel. Caso o Bahia vença, torna-se o maior vencedor da competição ao lado do rival Vitória com 4 títulos. Já o Ceará de Guto Ferreira, pode igualar o tricolor em títulos do torneio.
+ Bahia ou Ceará: quem leva o título da Copa do Nordeste para casa?

João Guilherme conversou com o LANCE! e traçou suas expectativas para o confronto. O narrador não conseguiu apontar um favorito para conquista da competição. Segundo ele, o panorama das equipes se equiparam no cenário de relevância na Copa do Nordeste e revelou ainda que espera uma partida recheada de gols.

- Eu considero que não tem favorito na final da Copa do Nordeste. Ceará e Bahia são sem dúvida as duas maiores forças do Nordeste no momento, tanto é que repetem a final da última edição. O Bahia é o time que tem mais orçamento, o Ceará é o time que vem dominando a competição nos últimos anos, é o atual campeão, vem invicto desde 2019 na Copa do Nordeste. Os dois tem bons elencos, com boas opções para primeira divisão, então acho que é um jogo bastante equilibrado, e sinceramente não consigo ver um favorito nessa disputa entre Ceará x Bahia - disse João Guilherme

- O Bahia vem aplicando várias goleadas, tanto é que tem sido chamado por aí de Bahia de Munique, uma brincadeira muito legal da torcida. O Bahia tem uma força ofensiva muito grande, embora não tenha demonstrado isso no jogo de volta contra o Fortaleza. Mas eu não considero que o empate do Ceará tenha sido ruim, eu considero um bom resultado, pois jogou na Argentina e contra uma equipe local que sempre é muito forte na disputa de competições sul-americanas. Não é fácil jogar contra argentinos na Argentina, então o resultado do Ceará pode ser considerado bom. O Ceará está jogando a Sul-Americana e pra ele essa competição é uma novidade. Então, acho que não influencia para o jogo, os dois times estão muito focados e prometem fazer um duelo muito equilibrado. Acho que teremos muitos gols - concluiu.

Sobre quem pode ser decisivo no duelo, João Guilherme analisou o momento de Vina, destaque do Ceará na temporada passada, mas que não vive um bom momento no Vozão. Para o narrador, além do meia-atacante alvinegro, Gilberto, atacante do Bahia, é a principal peça que pode desequilibrar na decisão pelo lado tricolor.

- Eu acho que o Vina tem todo crédito pelo excelente ano de 2020 que ele fez, uma temporada espetacular, inclusive entrou na seleção da “Bola de Prata” da ESPN merecidamente e é o principal jogador da equipe. Temos que considerar que ainda estamos no início da temporada e ele vai ser fundamental nessa decisão, ele é um cara que pode decidir. Ele já tem dado passes para gols, feito gols, aos poucos vai retomando o ritmo - analisou.

- Um cara que eu acho que pode fazer muita diferença é o Gilberto. O Gilberto é o artilheiro da Copa do Nordeste e se a bola chegar nele, ele pode decidir. Nós temos jogadores muito interessantes dos dois lados, o Rodriguinho e o Rossi pelo lado do Bahia, são caras experientes que podem ajudar. O Felipe Vizeu é um jogador que está em grande fase no Ceará, o Speed Mendonza é um jogador que se encaixou muito bem no Ceará, então temos várias peças que podem desequilibrar na final - ponderou o narrador.

João Guilherme ainda comentou sobre o crescimento da Copa no cenário nacional e relembrou os momentos marcantes da última finalíssima da competição, envolvendo os mesmos personagens da temporada atual. Para ele, a competitividade do torneio vem mostrando ao Brasil a capacidade dos times nordestinos exibirem um bom papel no cenário nacional e internacional, além de serem atrativos para jogadores que buscam projetos estáveis.

- O destaque é exatamente a grande decisão da última edição da Copa do Nordeste, os encontros entre Ceará e Bahia, porque foi a primeira decisão que eu narrei do torneio e o Ceará conquistou de maneira invicta. E aliás, pode ser campeão de novo invicto, o que é um feito, pode alcançar esse tri campeonato. E o Bahia pode chegar e igualar o Vitória, que é seu maior rival com 4 títulos. Mas eu destaco a final da última decisão da Copa do Nordeste entre Ceará e Bahia, foi o jogo mais marcante que eu fiz da competição - afirmou.

- Em relação ao crescimento da Copa do Nordeste no cenário nacional, isso é notório e já vem acontecendo há muitas temporadas. Agora isso vem sendo reforçado pelo crescimento das equipes nordestinas nas competições nacionais e até mesmo internacionais. Já tivemos Fortaleza participando da Copa Sul-Americana, agora o Ceará também, o Bahia vira e mexe está participando da Sul-Americana, também já participou da Libertadores da América, e esses times estão cada vez mais estruturados, organizados e estão chamando atenção de quem é do eixo Rio-São Paulo, do Sul do Brasil. Você vê que muitos jogadores hoje em dia optam por atuar em equipes do Nordeste em detrimento a times do Rio de Janeiro e até mesmo de São Paulo. São equipes muito organizadas e a Copa do Nordeste, com o sucesso que fez, acabou influenciando nessa organização do futebol local. A Copa do Nordeste é um orgulho para o futebol nordestino e isso está sendo enxergado e valorizado pelo restante do Brasil. Nas transmissões que fazemos no Fox Sports, a gente recebe muitas mensagens não só de torcedores da região do Nordeste, mas muita gente do Sul, do Sudeste, do Centro Oeste, do Norte, dá pra perceber que o país inteiro fica ligado para acompanhar esse evento que é um sucesso. Hoje em dia é um dos eventos que mais faz sucesso no calendário do nosso futebol.

Últimas