Lance FIFA 23 libera braçadeira de arco-íris, proibida na Copa do Mundo no Qatar

FIFA 23 libera braçadeira de arco-íris, proibida na Copa do Mundo no Qatar

Atualização no game permite novidade para usuários vestirem a polêmica faixa nos capitães das 32 seleções

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A Copa do Mundo move muito mais que apenas jogos de futebol e uma das temáticas mais constantes nesta edição do Qatar foram as críticas relacionados aos direitos humanos, com ênfase nas questões LGBTQIA+. O movimento "One Love", com a braçadeira nas cores do arco-íris, foi proibida no país-sede, mas isso não impediu o game FIFA 23 a liberar a utilização da faixa de capitão personalizada para os seus usuários.

Uma atualização do jogo faz com que a braçadeira nas cores do arco-íris seja utilizada pelos capitães das 32 seleções que disputam a Copa do Mundo.

O movimento foi liderado pela "All Out" em parceria com a agência de publicidade "AlmapBBDO", no projeto denominado como "#PlayWithLove". A expectativa é que streamers e pro-players nacionais e internacionais destaquem os jogadores utilizando a braçadeira em suas transmissões ao vivo nas plataformas de streaming.

+ Ao LANCE!, Carlos Eugênio Simon analisa gol polêmico do Japão contra a Espanha

Os usuários do game podem jogar com a braçadeira nas cores do arco-íris em em dois estádios da Copa do Mundo. O Al Bayt Stadium, local da partida de abertura, e o Lusail Iconic Stadium, que vai sediar a final do torneio no próximo dia 18 de dezembro.

Últimas