Lance Felipão não se 'ilude' com goleada e lamenta não ter trabalhado antes com o atacante Rafael Sobis

Felipão não se 'ilude' com goleada e lamenta não ter trabalhado antes com o atacante Rafael Sobis

O treinador da Raposa segue firme no seu propósito de livrar a equipe do rebaixamento antes de pensar em acesso 

Lance
Lance

Lance

Lance

A ascensão do Cruzeiro na tabela de classificação da Série B, chegando a 11ª posição, tirou do “fundo do armário” celeste o sonho de conseguir encostar no G4 e quem sabe até conseguir o acesso. A goleada por 4 a 1 sobre o Brasil de Pelotas, com boa atuação, inflaram a esperança do torcedor cruzeirense.

O técnico Luiz Felipe Scolari comentou de forma positiva a postura do time, que vinha de três resultados ruins em casa, com o treinador falando até em abalo emocional da equipe nas partidas no Mineirão.

Felipão disse que quando o Cruzeiro sai na frente do placar, consegue ficar mais estável em campo. Ainda assim, o técnico quer ajustar o time, mesmo com os quatro gols em cima dos gaúchos.

- (A goleada)Pode significar um pouco mais de confiança da equipe, deve significar que temos uma boa equipe, que temos que saber respeitar o adversário, que temos que conhecer o adversário para não correr tantos riscos, como corremos nos jogos que fizemos anteriormente, contra Guarani, Figueirense e Confiança. Vamos ver se nós melhoramos a nossa parte final, em relação aos gols. Está mais uma vez comprovado: saindo na frente, a gente tem uma equipe mais compacta, mais criativa, com mais confiança, e foi isso que aconteceu hoje-disse.

O comandante cruzeirense também se mantém firme na fala de que a meta inicial é sair do rebaixamento. Ele não se ilude com as chances de acesso. Bem, por enquanto não, mas pode mudar de ideia com o passar das rodadas.

- Nosso objetivo principal segue o mesmo. Nós éramos, há nove rodadas, 19º colocados, agora somos 11º. Estamos a oito ou nove colocações na parte ruim e, no mínimo, sete da colocação que nos dá uma felicidade enorme, que é uma classificação. Mas, desses sete ou oito que estão na nossa frente, cada um tem sete, oito, nove ou dez pontos na nossa frente, e nem todos vão perder ao mesmo tempo, assim como nós não vamos ganhar. Não vamos mudar o discurso, não vamos fazer nada diferente, até ter atingido a pontuação de 42, 43, minimamente, para respirar-comentou.

Sobre ter encontrado um time, com três volantes e três atacantes, Felipão disse que a manutenção dessa formação vai depender de uma avaliação dos desgastes fisicos dos jogadores.

- Depende da análise, do estado físico, porque possivelmente vocês notaram que o Brasil estava bastante desgastado, por isso teve dificuldades. Nós temos seis jogos em 22 dias, aí a gente tem dez jogadores com (dois) cartões amarelos. Temos que ver, colocar a equipe em campo, ver parte física, os cuidados com a Covid-19, ver tudo isso para que a gente sempre tenha uma, equipe ideal para o jogo-concluiu.

Lamento por não trabalhar com Sobis antes

Felipão deu uma declaração curiosa em sua coletiva. Disse lamentar não ter trabalhado antes com Rafael Sobis, de quem é amigo há 20 anos. Ele revelou que nunca surgiu a chance de estarem na mesma equipe nos anos mais intensos do atacante no futebol.

-- É uma pena que só no final da minha carreira esportiva eu tenha trabalhado com o Sobis. A gente é amigo há praticamente 20 anos, mas nunca conseguimos, como treinador e jogador, estarmos juntos. Estamos juntos agora, e é um prazer e uma alegria enorme trabalhar com o Sobis, porque ele é um jogador inteligentíssimo e tem um caráter, um comando, uma forma de ver e encarar os jogos e os treinamentos, que são diferentes de muita gente. Ele veio para o Cruzeiro também porque o Cruzeiro, através de uma situação que já existia e que poderia ser acertar – e foi acertada –, ficou ótimo para o Cruzeiro, para o Sobis e, para mim, melhor ainda, porque tenho um jogador altamente qualificado e que sinto pena por só ter trabalhado agora, porque poderia ter trabalhado há dez anos, quinze anos, e seria mais tranquilo do que agora. Elevem fazendo seu papel, juntamente com a equipe, e esperamos que possamos conseguir o primeiro objetivo rapidamente.

Últimas