Lance Família de Abel Ferreira é a grande esperança do Palmeiras para permanência do treinador

Família de Abel Ferreira é a grande esperança do Palmeiras para permanência do treinador

O técnico é alvo do futebol do Catar, mais precisamente do Al-Sadd, e pode deixar o Verdão no ano que vem

Lance
  • Lance | por Lance

Família de Abel Ferreira pode influenciar na escolha

Família de Abel Ferreira pode influenciar na escolha

Reprodução/Instagram @coachabelferreira

Em meio à ansiedade pela confirmação do título brasileiro, que deve acontecer nesta quarta-feira (6), o torcedor do Palmeiras também vive a expectativa de descobrir o futuro de Abel Ferreira. O técnico é alvo do Al-Sadd, do Catar.

Se depender da família do treinador, porém, os palmeirenses podem ficar tranquilos, pois a esposa e as filhas do profissional desejam permanecer no Brasil.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

O português costuma levar em consideração a opinião familiar, principalmente depois de ter ficado quase dois anos longe da esposa e filhas. A palavra final, no entanto, será dele.

Adaptadas ao Brasil, onde moram desde o início do ano passado, Ana Xavier, Maria Inês e Mariana gostariam de ficar no país. A companheira de Abel até demorou para ser convencida da mudança, que considerava arriscada, por saber da instabilidade que o cargo de treinador tem.

Hoje, contudo, ela está convencida da segurança que seu marido tem no Verdão, do qual é ídolo.

Ainda assim, é Maria Inês, a filha mais velha de Abel, quem mais tem curtido a vida em São Paulo. E não somente por voltar a ficar próxima do pai, mas também por ter feito amizades e criado algumas rotinas na capital paulista. Dentre os membros da família Ferreira, a adolescente foi quem pegou mais rapidamente o estilo de vida paulistano.

Inês, inclusive, era quem mais sentia a falta de Abel Ferreira no período em que o técnico morou sozinho no Brasil. Enquanto isso, a família continuava em Penafiel, distrito da cidade do Porto, em Portugal.

Focado no último compromisso palmeirense na temporada, contra o Cruzeiro, Abel viverá um dilema nos próximos dias: escolher entre ficar no Palmeiras, no qual está adaptado e é amado, ou se tornar o treinador mais bem pago do mundo, no Al-Sadd.

O clube catari, inclusive, está disposto a pagar a multa rescisória de 3 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões) que o técnico teria com o Verdão.

A equipe do Oriente Médio já está acertada com o estafe de Abel Ferreira, e resta apenas a decisão do treinador para dar prosseguimento ao negócio.

Não é só o Botafogo! Veja outros times que perderam edições do Brasileirão que estavam 'ganhas'

Últimas