Exposição sobre Senna tem quadros e itens históricos da carreira do piloto

Com 15 quadros e objetos históricos como capacetes, troféus, macacão e estátua em aço, exposição marca parceria entre Instituto Ayrton Senna e Palácio Tangará, em São Paulo    


Considerado um dos maiores ídolos do esporte mundial, Ayrton Senna recebe homenagem a partir desta semana, a do GP do Brasil de F-1. Nesta quinta (14) será inaugurada a exposição “Ayrton Senna: O Piloto”, com obras do artista Sami Akl e objetos que marcaram a trajetória do campeão, no Palácio Tangará, em São Paulo, primeiro hotel masterpiece na América Latina.

A exposição é parte de um projeto que transforma as áreas comuns do hotel em uma galeria de arte e marca o início da parceria entre o Palácio Tangará e o Instituto Ayrton Senna, quando se completam 25 anos da fundação do Instituto e do trabalho social iniciado pela família Senna.

Além de 15 quadros pintados por Sami, inspirados em imagens icônicas e especialmente selecionadas pela família do piloto, a mostra ainda tem itens históricos que marcaram a carreira do tricampeão mundial de F-1.

Os itens apresentados são todos originais e alguns inéditos, entre capacetes históricos da F-1 (1984, 1985, 1987 e 1993), quatro troféus (três da F-1 e o primeiro de sua vida, pelo kart), um macacão (Lotus 1987) e uma estátua em aço, além de outros objetos que foram usados por Ayrton Senna ao longo de sua trajetória. Dois simuladores de F-1 estarão no lançamento da exposição.

Parte da receita obtida com a venda das obras será doada ao Instituto Ayrton Senna, organização fundada em 1994 com o objetivo de ajudar a transformar a educação pública do País. Em seus 25 anos de atuação, o Instituto já beneficiou mais de 26 milhões de estudantes e 230 mil educadores.

A parceria também irá possibilitar aos hóspedes do hotel contribuírem com a causa. A partir de agora, eles terão a opção de destinar parte do valor das diárias a projetos educacionais implementados pelo Instituto em diversos estados e municípios brasileiros. Empresas que alugarem o espaço do hotel para a realização de eventos também poderão colaborar.

- Estamos muito felizes em receber essa importante exposição em homenagem ao legado do Ayrton Senna, celebrando os 25 anos da fundação do Instituto que leva o seu nome. Essa é a primeira ação de um projeto que estamos construindo juntos e nos sentimos honrados em recebê-la na semana da F-1. Isso reforça ainda mais esta relação e nos traz a oportunidade de contribuir com causas importantes - diz Celso do Valle, Diretor Geral do Palácio Tangará.

O artista Sami Akl doará três dos seus quadros sobre o piloto para o Instituto Ayrton Senna. Caso as obras sejam vendidas durante a exposição, o recurso entrará como doação do comprador ao próprio Instituto.

- Concentração, velocidade, foco, meditação, espaço, tempo, velocidade da luz interior, um ajuste frágil entre Homem e Máquina... Pensando nisso, pintei com imprecisão e velocidade essas imagens do piloto - diz o artista.

Diretora de Branding do Instituto Ayrton Senna e sobrinha do piloto, Bianca Senna também destacou a importância desta nova parceria.

- Estamos muito felizes e agradecidos pelo início desta parceria com o Palácio Tangará. É um hotel que viu com carinho a importância do nosso trabalho com o legado do Ayrton e que vai contribuir para os nossos projetos educacionais, possibilitando também a seus hóspedes e clientes apoiarem essa causa tão estruturante em nosso país. Agradeço também ao Sami (Akl) por essas 15 magníficas obras de arte que ele produziu.

Serviço:

Exposição “Ayrton Senna: O Piloto”

Período: 14/11 até 15/12

Local: Palácio Tangará - Rua Dep. Laércio Corte, 1501 - Panamby, São Paulo – SP